acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petróleo e Gás

Furg realiza reunião pública sobre exploração do Bloco BM-P-02

18/07/2013 | 12h03

 

A Universidade Federal do Rio Grande (Furg) realizará, no dia 27 de julho, às 14h, no auditório do Cidec-Sul, uma reunião pública do Processo de Licenciamento Ambiental para a Atividade de Perfuração Marítima do Bloco BM-P-02. O encontro é parte do processo de licenciamento ambiental da atividade, que está sendo conduzido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Petrobras.
A perfuração marítima no bloco prevê dois poços exploratórios que buscarão confirmar a presença de hidrocarbonetos. O Estudo Ambiental de Perfuração (EAP) e o Relatório de Impacto Ambiental de Perfuração (Riap) estão disponíveis no site do Ibama (www.ibama.gov.br/licenciamento no link EIAs/Relatórios, aba Petroleo/ Bacia de Pelotas BM-P-02.
A bacia de Pelotas situa-se na extremidade sul da margem continental brasileira, desde o Uruguai, a sul, até a Bacia de Santos, a norte. A sua área é de aproximadamente 210.000 quilômetros quadrados, com profundidades de até 2.000 metros. O esforço exploratório realizado resume-se a 21 poços.

A Universidade Federal do Rio Grande (Furg) realizará, no dia 27 de julho, às 14h, no auditório do Cidec-Sul, uma reunião pública do Processo de Licenciamento Ambiental para a Atividade de Perfuração Marítima do Bloco BM-P-02. O encontro é parte do processo de licenciamento ambiental da atividade, que está sendo conduzido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Petrobras.


A perfuração marítima no bloco prevê dois poços exploratórios que buscarão confirmar a presença de hidrocarbonetos. O Estudo Ambiental de Perfuração (EAP) e o Relatório de Impacto Ambiental de Perfuração (Riap) estão disponíveis no site do Ibama, no link EIAs/Relatórios, aba Petroleo/ Bacia de Pelotas BM-P-02.


A bacia de Pelotas situa-se na extremidade sul da margem continental brasileira, desde o Uruguai, a sul, até a Bacia de Santos, a norte. A sua área é de aproximadamente 210.000 quilômetros quadrados, com profundidades de até 2.000 metros. O esforço exploratório realizado resume-se a 21 poços.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação com Agência
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar