acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Fundos para fornecedores da Petrobras superam meio bilhão de reais

09/12/2011 | 10h11
Os nove Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) destinados a empresas que fazem parte da cadeia de suprimento de bens e serviços da Petrobras atingiram, em dezembro, desembolsos de R$ 604 milhões. Criados em 2009, os fundos já permitiram que 58 fornecedores da companhia antecipassem recursos por meio da cessão de seus recebíveis contratuais, com taxa de juros média de 1,5% ao mês.

O FIDC é um instrumento do mercado de capitais brasileiro que funciona como fonte de financiamento alternativa ou complementar ao crédito bancário. Ele possibilita que os fornecedores obtenham recursos para a execução de seus contratos com taxas mais atrativas. Por se tratar de uma operação mercantil e não financeira, a empresa que recorre aos fundos não paga IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e não onera o seu balanço.

Os fundos obtêm recursos a partir da emissão de cotas de participação, que são compradas por investidores. Entre os investidores estão fundos de pensão, seguradoras, gestores de recursos e outros segmentos do mercado de capitais. No Brasil, há cerca de 340 fundos com patrimônio líquido total de aproximadamente R$ 52 bilhões.

A utilização dos FIDCs faz parte de um conjunto de ações estratégicas desenvolvidas pela Petrobras para promover o desenvolvimento sustentável das empresas brasileiras que compõem a cadeia de suprimentos. O programa visa permitir que os fornecedores, de qualquer porte, possam atender a crescente demanda dos Planos de Negócios da companhia.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar