acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Paralisação

Funcionários da Petrobras podem entrar em greve por impasse na PLR

06/07/2012 | 16h18

 

Trabalhadores do Sistema Petrobras preparam uma greve para o dia 20 de julho, motivados pela falta de um acordo com a empresa em relação às participações sobre lucros e resultados de 2011 (PLR).
Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), a proposta apresentada pela empresa nas últimas negociações reduz em 7,8% o montante a ser dividido entre os trabalhadores e eleva em 2,3% a fatia de dividendos dos acionistas ante os valores de 2010, o que foi recusado pelos trabalhadores.
Os trabalhadores realizarão assembleias na próxima semana para avaliar o indicativo de greve por tempo indeterminado a partir do dia 20. Na segunda-feira, 9 de julho, haverá uma mobilização nacional dos petroleiros, segundo a FUP, para pressionar a Petrobras.
A proposta da federação é que o mesmo tratamento dado aos acionistas seja destinado aos trabalhadores, com reajuste de 2,3% nos valores da PLR de 2011, na comparação com 2010.
“A categoria não aceita ser tratada de forma desigual e cobrará na luta o devido respeito e a valorização dos trabalhadores, que são os verdadeiros responsáveis pelos excelentes resultados obtidos pela Petrobras” disse, em nota, a federação que representa os trabalhadores.
A reportagem do 'Valor' entrou em contato com a assessoria de imprensa da Petrobras, por telefone, mas não encontrou ninguém para comentar o assunto.

Trabalhadores do Sistema Petrobras preparam uma greve para o dia 20 de julho, motivados pela falta de um acordo com a empresa em relação às participações sobre lucros e resultados de 2011 (PLR).


Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), a proposta apresentada pela empresa nas últimas negociações reduz em 7,8% o montante a ser dividido entre os trabalhadores e eleva em 2,3% a fatia de dividendos dos acionistas ante os valores de 2010, o que foi recusado pelos trabalhadores.


Os trabalhadores realizarão assembleias na próxima semana para avaliar o indicativo de greve por tempo indeterminado a partir do dia 20. Na segunda-feira, 9 de julho, haverá uma mobilização nacional dos petroleiros, segundo a FUP, para pressionar a Petrobras.


A proposta da federação é que o mesmo tratamento dado aos acionistas seja destinado aos trabalhadores, com reajuste de 2,3% nos valores da PLR de 2011, na comparação com 2010.
“A categoria não aceita ser tratada de forma desigual e cobrará na luta o devido respeito e a valorização dos trabalhadores, que são os verdadeiros responsáveis pelos excelentes resultados obtidos pela Petrobras” disse, em nota, a federação que representa os trabalhadores.


A reportagem do 'Valor' entrou em contato com a assessoria de imprensa da Petrobras, por telefone, mas não encontrou ninguém para comentar o assunto.

 



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar