acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Álcool

Fórum nos EUA aborda experiências brasileiras com etanol

03/05/2007 | 00h00

O presidente da Comissão Especial Mista de Mudanças Climáticas, deputado Eduardo Gomes (PSDB-TO), advertiu que a produção de etanol no Brasil terá que ser acompanhada do desenvolvimento de tecnologias de controle ambiental. Ele participou nesta semana, em Nova Iorque, do Fórum de Desenvolvimento Sustentável 2007 como representante da Câmara. O parlamentar afirmou que nenhum processo de produção que provoque prejuízos ambientais, como o desmatamento, terá aceitação internacional.

Ele acredita que a utilização de áreas de pastagens, por exemplo, pode se constituir em uma alternativa para ampliar a área de cultivo sem novos desmatamentos. O parlamentar assinalou que não basta deter a melhor tecnologia. "O Brasil precisa produzir sem desmatar."

O fórum reuniu representantes de vários países para discutir o impacto do desenvolvimento econômico sobre o meio ambiente. Um dos temas abordados foi o papel dos biocombustíveis no controle ambiental. O senador José Sarney (PMDB-AP) e governadores também participaram do evento, que teve palestras do dos ex-presidentes americanos George Bush, pai do atual presidente americano, e Bill Clinton, que elogiou o programa brasileiro do álcool.

Desenvolvimento sustentável - As experiências brasileiras, segundo Eduardo Gomes, foram abordadas durante o evento, mas o foco principal dos debates foi a transformação da crise provocada pelo aquecimento global em uma oportunidade para consolidar a tese do desenvolvimento sustentável e de parcerias com responsabilidade ambiental e social.

O parlamentar lembrou que o Brasil é o segundo maior produtor de etanol do mundo e utiliza hoje o sistema de produção ambientalmente mais responsável. "Hoje, o Brasil discute este problema com autoridade e capacidade de firmar grandes acordos internacionais".



Fonte: Agência Câmara
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar