acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Fórum discute temas que impactam competitividade do setor minerometalúrgico

18/07/2011 | 11h36

Inovação, logística e recursos humanos serão os assuntos principais do Fórum de Líderes, que a Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM) realizará terça-feira, 19, das 16h às 20h, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. O Fórum faz parte da programação do 66º Congresso ABM que acontecerá de 18 a 22 de julho, reunindo lideranças empresariais da mineração, siderurgia e do segmento de não-ferrosos, no Brasil e no exterior.

 

No evento, executivos da indústria e de instituições ligadas ao setor apresentarão sua visão sobre os temas e participarão dos debates estimulados pelos congressistas e pelo moderador, José Armando de Figueiredo Campos, presidente do Conselho da ArcelorMittal Brasil.

 
A par dos indispensáveis investimentos em inovação, o Brasil só conseguirá crescer de forma sustentável se conseguir superar as deficiências educacionais de sua população e os gargalos na infraestrutura e logística de transportes, segundo Campos.

Frente a esse cenário, os debates deverão contribuir para fortalecer a estratégia das empresas ao apontar caminhos que possam reduzir o peso das ineficiências externas e, assim, estabelecer um ambiente de negócios mais estimulante ao investimento em inovação.

Palestrante-âncora

Focado nos desafios da competitividade em nível nacional e internacional, o Fórum de Líderes terá como palestrante-âncora, Deborah Wince-Smith, presidenta do Council on Competitiveness (EUA), que discorrerá sobre o tema ‘Competitividade no Século 21: novas realidades globais’.

Nos últimos 25 anos, os desafios decorrentes da globalização, que mudaram o cenário econômico mundial, foram acompanhados de perto pelo conselho de competitividade dos EUA que, desde sua fundação, em 1986, convocou os principais líderes do país a visualizar soluções e desenvolver iniciativas para incentivar o governo e as empresas a agir em prol da competitividade.

Essas ações envolveram questões relacionadas a tecnologia, inovação, energia, manufatura, capacitação da força de trabalho, ambiente de negócios e a colaboração global.

“Reconhecendo o atual momento de transição na ordem do mundo da produção, e que os Estados Unidos não podem competir com baixos salários ou produtos e serviços padronizados, o Conselho está focado em estratégias para turbinar a inovação. Isso permitirá que as organizações americanas possam prosperar, além de assegurar que mais cidadãos participem das iniciativas empresariais e de uma economia baseada na inovação”, adianta ela.

Para falar sobre logística, participam José Carlos Martins, diretor-executivo da Vale e Bernardo Figueiredo, presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT. Recorrente, o tema preocupa as empresas do setor, grandes clientes da infraestrutura logística do país. Com vários projetos de expansão em andamento, as organizações buscam soluções para enfrentar as deficiências sistêmicas externas e escoar seus produtos.

O tema Inovação será abordado por Glauco Arbix, presidente da Financiadora de Estudos e Projetos - Finep. Imprescindível para assegurar a perenidade das empresas, a inovação é hoje prioridade no meio corporativo, tanto que os investimentos em melhorias de processos e produtos deverão crescer 16,6% neste ano em relação a 2010, passando de R$ 17,4 bilhões para R$ 20,3 bilhões, de acordo com levantamento da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A formação de pessoas, outro desafio a ser superado para que o Brasil possa alçar melhores posições no ranking das economias mundiais, será abordado por Nival Nunes de Almeida, presidente da Associação Brasileira de Ensino de Engenharia - Abenge.

Ao final dos debates, Evando Mirra de Paula e Silva, diretor da Academia Brasileira de Ciências e representante do CGEE - Centro de Gestão e Estudos Estratégicos fará o encerramento com as conclusões do Fórum, que deverá se transformar em uma agenda de reivindicação concreta do setor produtivo para estimular sua competitividade.

Serviço:

66º Congresso ABM
Centro de Convenções Frei Caneca - Rua Frei Caneca, 569, Consolação
Data: terça-feira, 19
Hora: das 16 às 20h


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar