acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Comissionamento

Forship participa de projeto histórico da Basf

17/06/2015 | 14h10

Com expertise reconhecida no mercado petroquímico, o Grupo Forship realizou serviços de gestão de comissionamento da primeira fábrica de ácido acrílico, acrilato de butila e polímeros superabsorventes (SAP) da Basf na América do Sul.

O Complexo Acrílico, instalado no polo industrial de Camaçari (BA), é o maior investimento da companhia alemã em mais de 100 anos na América do Sul -  R$ 1,2 bilhão. A unidade será inaugurada no próximo dia 19 (sexta-feira).

“Esse projeto veio ao encontro do plano estratégico da Forship, que vem diversificando seu mercado de atuação e seu portfólio de produtos e serviços, para atender a demandas de setores da indústria, que conhecem a expertise da Forship em diferentes áreas de engenharia”, destaca o CEO e presidente do Grupo Forship, Fábio Fares.

A empresa já participou de outros projetos de grande porte nesse setor, entre os quais o do Complexo Petroquímico de Suape, em Ipojuca (PE). “O reconhecimento de nosso trabalho pela Basf e pelas empresas responsáveis pela construção do empreendimento, representa mais um aval da capacidade de atendimento da Forship para outros mercados”, observa o vice-presidente de Energia, Marco Fares.

Um dos diferenciais nos serviços prestados pela Forship à Basf na nova planta fabril foi o loop test – também denominado teste de malha, que afere e certifica se cada circuito (elétrico ou de instrumentação) está correto e se responde precisamente aos requisitos do projeto. “Isso é essencial para garantir a segurança na partida e na operação do sistema”, completa o gerente do projeto na Forship, Antônio Pedruzzi.

Complexo Acrílico


O Complexo Acrílico terá produção em escala mundial, de cerca de 160 mil toneladas por ano. A unidade será capaz de prover toda demanda da unidade brasileira da Basf por itens hoje importados e que representam gastos anuais de US$ 200 milhões. E terá ainda um terço de produção de excedente para exportação (no valor atual de US$ 100 milhões). A unidade deve resultar em 230 empregos diretos e cerca de 600 indiretos.



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar