acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Forship cria nova Unidade de Negócios

25/03/2013 | 15h59

 

Referência internacional em engenharia de comissionamento, o Grupo Forship anunciou a criação da Unidade de Negócios de Consultoria, que vai abrigar todos os serviços prestados hoje pela empresa nessa área.
“No ano passado, antes da criação da unidade, pouco mais de 10% do resultado da Forship (cuja receita bruta, em 2012, foi de R$ 60 milhões) foi relativo a serviços de consultoria técnica prestados a empresas já em operação no país e àquelas que estão se estabelecendo no Brasil", diz o vice-presidente de Consultoria Técnica da Forship,  Antonio Prates, que até então ocupava a posição de diretor de Engenharia e Gestão de Projetos.
"Em 2013 esperamos mais do que dobrar a participação desses serviços", prevê Prates, que tem entre os clientes de área de consultoria companhias como a Petrobras, Vale, Braskem, Statoil, Maersk, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú, Bradesco, OSX, EEP, Cameron e Brasil Supply. “Pretendemos prospectar, além dos mercados de óleo, gas e naval, novas oportunidades nas áreas de mineração, energia, infraestrutura e indústria em geral”, diz.
O escopo de serviços da unidade abrange desde consultoria para implantação de metodologia e ferramentas de gestão de comissionamento, estudos de viabilidade, acompanhamento de empreendimentos e análises de risco para respaldar decisões de agentes financiadores, passando por Owner’s Engineering, até o suporte regulatório, para que as empresas possam se instalar e operar no país atendendo todos os requisitos locais.
Sob medida para empresas nacionais e estrangeiras
O suporte às decisões de agentes financiadores (na sua maioria grandes bancos ou instituições de fomento) em relação às garantias de construção e implantação de empreendimentos envolve uma análise minuciosa do projeto. A consultoria da Forship analisa a viabilidade do empreendimento, as garantias de conclusão no prazo e orçamento planejados, e identifica ações para mitigar riscos - que vão desde a inadequação ou falhas do projeto de engenharia aos atrasos ou sobrecustos relativos a questões de licenciamento ambiental, penalidades por descumprimento de requisitos de conteúdo local, riscos cambiais e fiscais, entre outros.
“Mesmo acostumados a financiar grandes projetos de infraestrutura, as instituições ainda estão começando a criar equipes especializadas em análise de risco de construção naval. Respaldados em mais de uma década de experiência, desenvolvemos essa solução para atender a uma demanda crescente e urgente", observa Prates.
O suporte regulatório - envolvendo o conjunto de requisitos técnicos, leis e normas regulatórias que uma empresa deve cumprir com o objetivo de se manter em conformidade - atende ao crescente número de empresas internacionais participando de empreendimentos no país nas áreas de petróleo e gás, energia e infraestrutura.
“Essa demanda, que temos atendido cada vez mais nos últimos anos, muito antes do pré-sal, tende a crescer significativamente nos próximos anos”, prevê. “Mesmo grandes empresas, com experiência mundial, têm buscado esse suporte devido à complexidade da estrutura regulatória e requisitos cada vez mais exigentes e rigorosos das entidades brasileiras”, diz o executivo.
Os serviços de Owner’s Engineering, ou engenharia do proprietário, envolvem atividades de suporte de engenharia visando garantir ao proprietário de um empreendimento que sua implantação seja aderente às especificações do projeto. Como exemplo deste tipo de serviço, com retorno muito positivo por parte dos clientes, a Forship tem apoiado armadores nacionais a realizar o acompanhamento físico-financeiro da construção de suas embarcações.
“A tendência é ampliar o escopo desse serviço para outros projetos”, destaca, lembrando que há número expressivo de embarcações a serem vistoriadas no Brasil: graneleiros, petroleiros, gaseiros, barcaças fluviais, empurradores, rebocadores, navios de apoio offshore, de produtos, porta contêineres, navios-sonda, e plataformas de produção. “O serviço de Owner’s Engineering dá maior segurança tanto para as empresas como para os investidores envolvidos”.

Referência internacional em engenharia de comissionamento, o Grupo Forship anunciou a criação da Unidade de Negócios de Consultoria, que vai abrigar todos os serviços prestados hoje pela empresa nessa área.


“No ano passado, antes da criação da unidade, pouco mais de 10% do resultado da Forship (cuja receita bruta, em 2012, foi de R$ 60 milhões) foi relativo a serviços de consultoria técnica prestados a empresas já em operação no país e àquelas que estão se estabelecendo no Brasil", diz o vice-presidente de Consultoria Técnica da Forship,  Antonio Prates, que até então ocupava a posição de diretor de Engenharia e Gestão de Projetos.


"Em 2013 esperamos mais do que dobrar a participação desses serviços", prevê Prates, que tem entre os clientes de área de consultoria companhias como a Petrobras, Vale, Braskem, Statoil, Maersk, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú, Bradesco, OSX, EEP, Cameron e Brasil Supply. “Pretendemos prospectar, além dos mercados de óleo, gas e naval, novas oportunidades nas áreas de mineração, energia, infraestrutura e indústria em geral”, diz.


O escopo de serviços da unidade abrange desde consultoria para implantação de metodologia e ferramentas de gestão de comissionamento, estudos de viabilidade, acompanhamento de empreendimentos e análises de risco para respaldar decisões de agentes financiadores, passando por Owner’s Engineering, até o suporte regulatório, para que as empresas possam se instalar e operar no país atendendo todos os requisitos locais.



Sob medida para empresas nacionais e estrangeiras


O suporte às decisões de agentes financiadores (na sua maioria grandes bancos ou instituições de fomento) em relação às garantias de construção e implantação de empreendimentos envolve uma análise minuciosa do projeto. A consultoria da Forship analisa a viabilidade do empreendimento, as garantias de conclusão no prazo e orçamento planejados, e identifica ações para mitigar riscos - que vão desde a inadequação ou falhas do projeto de engenharia aos atrasos ou sobrecustos relativos a questões de licenciamento ambiental, penalidades por descumprimento de requisitos de conteúdo local, riscos cambiais e fiscais, entre outros.


“Mesmo acostumados a financiar grandes projetos de infraestrutura, as instituições ainda estão começando a criar equipes especializadas em análise de risco de construção naval. Respaldados em mais de uma década de experiência, desenvolvemos essa solução para atender a uma demanda crescente e urgente", observa Prates.


O suporte regulatório - envolvendo o conjunto de requisitos técnicos, leis e normas regulatórias que uma empresa deve cumprir com o objetivo de se manter em conformidade - atende ao crescente número de empresas internacionais participando de empreendimentos no país nas áreas de petróleo e gás, energia e infraestrutura.


“Essa demanda, que temos atendido cada vez mais nos últimos anos, muito antes do pré-sal, tende a crescer significativamente nos próximos anos”, prevê. “Mesmo grandes empresas, com experiência mundial, têm buscado esse suporte devido à complexidade da estrutura regulatória e requisitos cada vez mais exigentes e rigorosos das entidades brasileiras”, diz o executivo.


Os serviços de Owner’s Engineering, ou engenharia do proprietário, envolvem atividades de suporte de engenharia visando garantir ao proprietário de um empreendimento que sua implantação seja aderente às especificações do projeto. Como exemplo deste tipo de serviço, com retorno muito positivo por parte dos clientes, a Forship tem apoiado armadores nacionais a realizar o acompanhamento físico-financeiro da construção de suas embarcações.


“A tendência é ampliar o escopo desse serviço para outros projetos”, destaca, lembrando que há número expressivo de embarcações a serem vistoriadas no Brasil: graneleiros, petroleiros, gaseiros, barcaças fluviais, empurradores, rebocadores, navios de apoio offshore, de produtos, porta contêineres, navios-sonda, e plataformas de produção. “O serviço de Owner’s Engineering dá maior segurança tanto para as empresas como para os investidores envolvidos”.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar