acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petrobras

Fornecedoras reivindicam apoio para garantir sustentabilidade

20/07/2004 | 00h00

Empresários da Rede de Fornecedores de Base Tecnológica para o Setor de Petróleo e Gás Natural do Estado do Rio Grande do Sul (Rede Petro-RS), o secretário da Ciência e Tecnologia do Estado, Kalil Sehbe, e a coordenadora executiva da Rede Petro-RS, Suzana Sperry, se reúnem nesta terça-feira (20/07) com o diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, no Rio de Janeiro, para discutir o apoio da Petrobras para garantir a sustentabilidade das fornecedoras nacionais.
Os participantes da reunião representam empresas que desenvolvem produtos de base tecnológica, em termo de cooperação com a Petrobras. O objetivo é definir medidas práticas a serem adotadas para um apoio concreto da Petrobras e do Governo às estas fornecedoras, para garantir a sua sustentabilidade e condições de competição com as concorrentes estrangeiras do mesmo ramo.
Entre os temas de discussão estão a adaptações na Lei 8.666, da Lei das Licitações, e no Decreto 2745, que regula as compras da Petrobras e formas de priorizar e financiar os fornecedores nacionais.
Em contrapartida, as empresas fornecedoras pretendem assegurar retorno à estatal do petróleo, garantindo melhores prazos de entrega, assistência técnica, custo de sobressalentes e flexibilidade no suporte técnico. "Com garantia de sustentabilidade, haverá condições de crescer e chegar ao exterior, garantindo o abastecimento exigido pelas atividades da companhia fora do País, numa parceria crescente", ressalta Coester.
Uma das preocupações levadas pelo secretário Kalil Sehbe é com a sustentabilidade destes projetos em sua fase emergente. "É fundamental que estes investimentos sejam criteriosamente protegidos, de forma a maximizar o retorno, tanto para os objetivos empresariais da Petrobras, como para a sociedade brasileira, a partir de geração de empregos qualificados, renda e valor", diz o secretário.
O Governo do Estado, empresas e universidades gaúchas, a Finep e a Petrobras, entre outros colaboradores, vêm investindo em pelo menos 10 projetos empresarias no Rio Grande do Sul. A Rede Petro/RS apóia sistematicamente as empresas gaúchas, para que estas desenvolvam negócios no segmento petróleo e gás natural. A rede surgiu da sinergia entre o Governo gaúcho, universidades e empresas. Hoje, são 142 empresas, mais de 80 laboratórios e centros de pesquisa, e nove universidades, trabalhando com o objetivo de gerar tecnologia gaúcha para qualificar e capacitar o Estado a fornecer bens e serviços ao setor de petróleo e gás natural.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar