acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil & Gas 2012

Firjan apresenta equipamentos com tecnologia de ponta

18/09/2012 | 09h45

O Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) participa da 16ª edição da Rio Oil & Gas 2012. O estande da FIRJAN reúne dois equipamentos desenvolvidos com tecnologia de ponta para operações no segmento de petróleo e gás: Maquete Holográfica 3D e Planta de Processo de Realidade Aumentada. No último dia da feira (20), às 15h, a Firjan vai apresentar o seminário “Simulador Dinâmico para Capacitação Profissional do Segmento Petróleo e Gás”, com o engenheiro Athayde de Freitas.



Desenvolvida pelo Centro de Tecnologia SENAI-RJ Automação e Simulação (CTS), a Maquete Holográfica 3D reproduz o funcionamento de uma plataforma, em formato miniatura. Através da realidade virtual, é possível ver as soluções desenvolvidas pela FIRJAN para procedimentos nas plataformas, a exemplo do Simulador de Lastro.



O Simulador de Lastro é o mais moderno simulador de estabilidade e emergências em plataformas do mundo, com outros dois modelos em funcionamento apenas na Escócia. O equipamento utiliza diversos cenários para apresentar situações reais, rotineiras e de emergências nas plataformas de petróleo e gás, promovendo treinamento offshore, com padrão internacional, de gerentes e operadores em ambientes únicos na América Latina.  



Por meio de aplicações de realidade virtual e aumentada, com uso em ambientes interativos e imersivos, empresas de diversos portes conseguem se tornar mais competitivas ao usar o simulador não só para capacitação profissional, mas também para testes, pesquisas e desenvolvimento de novos produtos. Está em operação no Centro de Tecnologia SENAI-RJ Automação e Simulação, em Benfica (RJ), onde são ministrados cursos de capacitação profissional. Desenvolvido no Brasil com as características das plataformas em operação no país, o simulador pesa 12 toneladas.



O equipamento simula, por exemplo, o pouso de um helicóptero, em que o operador deve calcular os esforços, pesos e tensões que são necessários a serem equilibrados com os demais empregados na plataforma para a aterrissagem. Simula também um rebocador ao se aproximar de uma plataforma, o que pode gerar um choque (abalroamento) com a estrutura da embarcação e causar alguma avaria. Neste momento, o operador deve corrigir e compensar a estabilidade, mantendo a integridade e a segurança da plataforma até os devidos reparos.  



Outra atração do estande da FIRJAN é a Planta de Processos de Realidade Aumentada, que simula procedimentos de inspeção de equipamentos e manutenção industrial, em escala reduzida. A visualização da simulação é vista por um tablet, que, ao ser apontado para o equipamento, reconhece sua atividade. O tablet pode interpretar, por exemplo, informações de banco de dados do equipamento, última manutenção efetuada, manual de alguma peça, além de permitir infinitas interações, como dar baixa em estoque.



Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar