acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

Ferrari usa tecnologia Shell PurePlus durante o GP do Brasil

07/11/2014 | 12h00
Ferrari usa tecnologia Shell PurePlus durante o GP do Brasil
Depositphotos Depositphotos

 

A Ferrari irá contar com um importante aliado durante o GP do Brasil que acontece neste final de semana, em São Paulo: o lubrificante Shell Helix Ultra de alta performance com a Tecnologia PurePlus. Esta é a primeira vez que o óleo feito a partir de gás natural é utilizado na Fórmula 1 durante uma competição no país. A Tecnologia Shell PurePlus proporciona para os veículos de corrida da Ferrari melhores limpeza e proteção do motor, resultando em uma maior eficiência nas pistas.
 
“Os motores de F1 da Ferrari podem ultrapassar 600cv de potência, e o turbo compressor, que gira a até 2 mil rotações por segundo, pode chegar a 1.000ºC”, explica Ian Albiston, gerente de logística da Shell para Fórmula 1. “O novo lubrificante precisa lidar com essas condições enquanto também alcança o nível de proteção necessária para garantir a vida útil do motor numa categoria que só permite o uso de até cinco peças por piloto a cada temporada. Com as altas temperaturas e condições estressantes de um motor de F1, o lubrificante certo pode proporcionar uma vantagem crucial”, finaliza o especialista.
 
A Tecnologia Shell PurePlus utiliza o revolucionário processo gás-para-líquido (GTL), desenvolvido após 40 anos de pesquisa. Este processo converte gás natural em óleo básico cristalino, sem nenhuma das impurezas encontradas no óleo bruto do petróleo, normalmente utilizado para produção de lubrificantes em geral. Este exclusivo óleo básico é produzido na fábrica Pearl GTL no Catar, uma parceria entre a Shell e a Qatar Petroleum.
 
O novo lubrificante oferece melhores condições para que os motores de F1 da Ferrari funcionem com sua potência máxima. Shell Helix Ultra é o único lubrificante usado pela Ferrari em seus motores Fórmula 1 e em seus modelos GT.

A Ferrari irá contar com um importante aliado durante o GP do Brasil que acontece neste final de semana, em São Paulo: o lubrificante Shell Helix Ultra de alta performance com a Tecnologia PurePlus.

Esta é a primeira vez que o óleo feito a partir de gás natural é utilizado na Fórmula 1 durante uma competição no país.

A Tecnologia Shell PurePlus proporciona para os veículos de corrida da Ferrari melhores limpeza e proteção do motor, resultando em uma maior eficiência nas pistas. 

“Os motores de F1 da Ferrari podem ultrapassar 600cv de potência, e o turbo compressor, que gira a até 2 mil rotações por segundo, pode chegar a 1.000ºC”, explica Ian Albiston, gerente de logística da Shell para Fórmula 1. “O novo lubrificante precisa lidar com essas condições enquanto também alcança o nível de proteção necessária para garantir a vida útil do motor numa categoria que só permite o uso de até cinco peças por piloto a cada temporada. Com as altas temperaturas e condições estressantes de um motor de F1, o lubrificante certo pode proporcionar uma vantagem crucial”, finaliza o especialista. 

A Tecnologia Shell PurePlus utiliza o revolucionário processo gás-para-líquido (GTL), desenvolvido após 40 anos de pesquisa. Este processo converte gás natural em óleo básico cristalino, sem nenhuma das impurezas encontradas no óleo bruto do petróleo, normalmente utilizado para produção de lubrificantes em geral.

Este exclusivo óleo básico é produzido na fábrica Pearl GTL no Catar, uma parceria entre a Shell e a Qatar Petroleum. 

O novo lubrificante oferece melhores condições para que os motores de F1 da Ferrari funcionem com sua potência máxima. Shell Helix Ultra é o único lubrificante usado pela Ferrari em seus motores Fórmula 1 e em seus modelos GT.



Fonte: Redação/ Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar