Petrobras- 213x420
acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Oportunidade

Fapesp lança programa para iniciação científica em química nos EUA

17/03/2011 | 10h25
A FAPESP lança a primeira chamada de propostas de pesquisa de 2011 do Programa Piloto de Estágio de Iniciação Científica nos Estados Unidos na área de química, apoiado por universidades norte-americanas e paulistas, pela National Science Foundation (NSF) e pela FAPESP.
 

A chamada se destina a selecionar estudantes de graduação na área de química com bolsas de Iniciação Científica da FAPESP ou de outras agências, vigentes no período do estágio pretendido, para desenvolver projetos de pesquisa nos Estados Unidos, durante 12 semanas, sob supervisão de pesquisadores dos Departamentos de Química da Universidade da Flórida ou da Virginia Commonwealth University, no período de 29 de maio a 21 de agosto de 2011.
 

Podem apresentar propostas estudantes na área de Química com bolsa de iniciação científica vigente no momento da submissão da proposta e, pelo menos, durante todo o período do estágio pretendido, orientados por docentes que tenham, vigentes pelo mesmo período, Projeto de Auxílio à Pesquisa Regular ou Projeto Temático apoiados pela FAPESP.
 

Os candidatos deverão ter: desempenho acadêmico destacado dentre seus pares no curso de graduação; experiência de iniciação científica na realização de trabalhos de pesquisa científica; domínio da língua inglesa; passaporte de qualquer nacionalidade válido no momento da submissão da proposta.
 

As propostas serão recebidas até às 17h do dia 11 de abril de 2011 e serão analisadas e selecionadas pela FAPESP, com auxílio das suas Coordenações de Área e Adjunta, bem como do Comitê Gestor da Cooperação FAPESP-NSF na Área de Química. Os resultados serão divulgados a partir do dia 25 de abril de 2011.
 
 
Para cada um dos estudantes selecionados, o apoio oferecido constará de:
 

a) Passagem aérea em classe econômica no trecho São Paulo/EUA/São Paulo custeada pela Reserva Técnica de Projeto de Auxílio à Pesquisa de responsabilidade do Orientador e/ou pelas instituições paulistas envolvidas;
 

b) Seguro-saúde e despesas de visto para entrada nos Estados Unidos custeados pela Reserva Técnica de Projeto de Auxílio à Pesquisa de responsabilidade do Orientador e/ou pelas instituições paulistas envolvidas;
 

c) Complementação ao valor da bolsa em andamento, por meio de Aditivo especial, totalizando o equivalente a até US$ 800 mensais durante o período de estágio (12 semanas), caso o aluno seja bolsista FAPESP. Para bolsistas de outras agências, essa mensalidade será na forma de pagamento de diárias mensais no valor equivalente à diferença entre o total de US$ 800 e o valor atual da Bolsa de IC da FAPESP, concedida por meio de Aditivo ao Auxílio à Pesquisa do orientador. Em ambos os casos, a concessão está condicionada à assinatura, pelo orientador/Pesquisador Responsável, de Aditivo ao Termo de Outorga do auxílio vigente;
 

d) Despesas de estadia (alojamentos e alimentação) serão custeadas pelo projeto financiado pela NSF e/ou pelas universidades americanas, em um valor estimado de até US$ 1.500;
 

Não serão aceitas propostas baseadas em autofinanciamento do candidato.
 

As universidade paulistas deverão receber, em contrapartida, alunos dos Estados Unidos, selecionados pela NSF, para estágios semelhantes.
 

Mais informações: www.fapesp.br/acordos/nsf 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar