acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Evento marca início das obras da sede da UO-BS

06/07/2011 | 17h17
Em cerimônia realizada nesta quarta-feira (6) pela manhã, em Santos (SP), a Petrobras marcou o início das obras para a construção da sede definitiva da unidade de operações de exploração e produção da Bacia de Santos (UO-BS), no bairro do Valongo. O ponto de partida dos trabalhos será o desmonte dos armazéns existentes no terreno adquirido pela Companhia em 2008.

Estiveram presentes no evento o diretor de exploração e produção da Petrobras, Guilherme Estrella, o Gerente Geral da UO-BS, José Luiz Marcusso, o Prefeito da cidade de Santos, João Paulo Tavares Papa, entre outras autoridades da região.

Estrella destacou que na última década a Bacia de Santos tem sido o maior condutor de atividade exploratória de todo o mundo, e que o pré-sal da Bacia de Santos deverá produzir em 2017 cerca de 1.200 milhão de barris por dia.

O projeto da nova sede prevê a construção de três torres, com capacidade para cerca de duas mil pessoas cada uma. O primeiro prédio, com 13 andares, deverá estar concluído no segundo semestre de 2013 e ocupará parte do terreno de 25 mil metros quadrados localizado atrás do Santuário Santo Antônio do Valongo, entre as ruas São Bento, Marquês de Herval, Cristiano Otoni e Augusto Barata.

Segundo o gerente geral Marcusso a nova sede facilitará o trabalho, a coordenação e a centralização de todas as operações da Bacia de Santos.

Os investimentos para a primeira fase da obra - que incluem a aquisição e sondagem do terreno, o desenvolvimento dos projetos arquitetônico e executivo, a construção da infraestrutura para as três torres e a construção do primeiro prédio - devem chegar a R$ 380 milhões.

“A estimativa é de que no pico da obra tenhamos uma demanda 1.200 trabalhadores”, afirma Marcusso.

Um museu do petróleo e da história da exploração e produção na Bacia de Santos também está contemplado no projeto e utilizará parte de um antigo galpão da rede ferroviária, preservado para este fim. Com esta obra, a companhia colabora com a revitalização do Centro Histórico de Santos e da região portuária da cidade, ajudando a promover a recuperação de uma das áreas mais degradadas do município.

Prédio verde

O projeto da sede definitiva da UO-BS está inteiramente alinhado com as questões de sustentabilidade e terá a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) do US Green Building Council, considerada um diferencial internacionalmente reconhecido de que o desenvolvimento do edifício ocorrerá de forma ambientalmente responsável, garantindo, também, que o empreendimento será um lugar saudável para viver e trabalhar.

A nova sede da UO-BS terá, por exemplo, otimização da eficiência energética de 35,9% em relação ao consumo e 16,8% em relação ao custo anual de energia. O consumo de água no prédio também será reduzido em quase 60%.

Além das estações de trabalho, o complexo contará com estacionamentos, bicicletário, ambulatório, restaurante, área de vivência e três auditórios. O projeto prevê ainda a construção das torres com 95% de materiais nacionais.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar