acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Argentina Oil & Gas 2007

Evento comemora os 100 anos do descobrimento de petróleo e gás argentinos

22/10/2007 | 00h00
Enviado especial.







Teve inicio hoje (22), em Buenos Aires, a setima ediçao da Argentina Oil & Gas. Com patrocínio do Instituto Argentino del Petróleo y del Gas (IAPG), o evento – um dos mais importantes do setor e da América Latina, e que acontece a cada dois anos – conta com uma exposição internacional de produtos e serviços, além de sediar o III Foro Internacional de Energia realizado na Argentina.







Realizada de 22 a 25 de outubro, na La Rural, Buenos Aires, a Argentina Oil & Gas deste ano comemora os 100 anos do descobrimento de petróleo e gás argentinos.







“A sétima ediçao de AOG tem um significado especial para o Instituto Argentino del Petróleo y del Gas (IAPG) pelas comemoraçoes do centenario de descobrimento de petroleo na Argentina, em um hoje distante 13 de dezembro de 1907”, disse o Presidente do Comité Tecnico da AOG 207, Carlos A. Cortizas, durante a solenidade de abertura da AOG 2007.







”A reestruturaçao do setor energético requer novas propostas e os integrantes da industria estao dispostos a escutá-las e debate-las. A AOG representa o foro mais apropriado e idoneo para discutir da melhor forma de levar estas propostas a cabo”, ressaltou Cortizas.







“A energia é hoje no mundo um tema de permanente atualidade e ainda mais em nosso pais e na regiao. Manter as taxas de crescimento de nossa economia vem evidenciando nos ultimos anos necesita de uma industria desenvolvida e forte. E e esse o desafio que assume a industria de petroleo e gas e seguir brindando nosso pais com a energia necesaria para que seu crescimento seja com a mesma força como a que esta sendo ate agora”, afirmou o Vice-presidente do IAPG, Ernesto López Anadón. “O centenario encontra a industria de petroleo e gas na Argentina com um grau de desenvolvimento tecnico e Professional comparavel aos melhores do mundo”, comemorou.







100 anos de petroleo e gas na Argentina







“É difícil trabalhar em um contexto de instabilidade politica e economica. Os anos de 1967 a 1982 foram o que chamamos de uma década perdida, de sucesivas crises, quando o pais esteve parado por quase 20 anos”, afirmou o Gerente de Serviços de Estudos na Argentina da YPF, Nicolás Galano, autor do livro “100 Años del Petróleo en la Argentina”, durante a Conferencia “Origens e Desenvolvimento da Industria Petroleira Argentina”, no primeiro dia de AOG 2007.







“Com a reforma dos anos 90, na verdade o perìodo de 1983 em diante, presenciamos nao só a abertura comercial, reestruturaçoes e privatizaçoes, mas importantes investimentos em infla-estrutura. Em 1998, por exemplo, conseguimos superar nosso pico de 800 mil barris de petroleo”, disse.







“Infelizmente, nao temos grandes descobertas nos ultimos anos. A geologia nao nos foi favorable. Mas ha uma grande esperanza de sustentar o desenvolvimento do setor pela estabilidade do cenário, algo que nao existia no passado. No entanto, ainda é cedo para especular qualquer coisa. É preciso um pouco mais de tempo para avaliar os ultimos vinte anos”, ressaltou.







Segundo Galano, a Argentina nunca foi um pais petroleiro, dedicado exclusivamente á uma unica produçao. No entanto, a industria do petroleo e gas no pais é em grande parte responsable pela nossa estabilidade economica. “Felizmente, para nos, esse cenàrio atual, de altos preços, nos encontra com uma industria reestruturada e caminando para um futuro melhor”, disse.







Dentre os temas que serão debatidos nas conferências e sessões técnicas do evento estão a perfuração e terminação de poços, o tratamento, a transferência e a comercialização de gás e petróleo, o transporte marítimo e por dutos, a oferta energética mundial, o gás como commodity, o uso eficiente de energia e os primeiros 100 anos da indústria e as perspectivas futuras.







A edição anterior, em 2005, contou com uma área total de 22 mil metros quadrados, 303 expositores e quase 26 mil visitantes entre autoridades, empresários, executivos e profissionais dos mais diversos setores, desde a comercialização à distribuição, passando pela pesquisa, exploração, transporte, perfuração, refino e SMS.







A AOG 2007 cresceu 15% em relaçao ao ultimo ano.

Fonte: Da redaçao
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar