acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

ETH obtém certificação Bonsucro para acesso ao mercado europeu

13/12/2011 | 17h39
A ETH Bioenergia obteve hoje (13) a certificação internacional Bonsucro, que atesta práticas sustentáveis e permite a exportação de derivados da cana-de-açúcar para países da União Europeia e Ásia. O volume de cana certificado é de 1,9 milhão de toneladas da Unidade Conquista do Pontal, greenfield localizada no município de Mirante do Paranapanema (SP). Esta é a primeira unidade greenfield certificada pela Bonsucro e está apenas 2 anos em operação.

A ETH Bioenergia foi criada em 2007 pela Organização Odebrecht com a visão de se tornar líder na produção de bioenergia com a produção de 3 bilhões de litros de etanol e 2.700 Gwh/ano de energia elétrica a partir da cana-de-açúcar. “A estratégia da ETH sempre considerou a competitividade e sustentabilidade como pilares do negócio e a certificação Bonsucro é o reconhecimento de que estamos implementando um modelo de negócios diferenciado no setor de bioenergia no Brasil”, afirma José Carlos Grubisich, presidente da ETH Bioenergia. “É um orgulho recebermos este selo. Ele atesta que estamos fazendo a coisa certa. A meta é certificar todas as Unidades da ETH até o final da safra 2012/2013”.

A certificação Bonsucro, que até 2010 se chamava BSI (Better Sugarcane Initiative), é a única que exige ao mesmo tempo o cumprimento das leis, o respeito aos direitos humanos e trabalhistas, a garantia da sustentabilidade na produção, a preservação da biodiversidade e dos serviços do ecossistema, além de produtividade e melhoramento contínuo dos processos produtivos. Em julho deste ano, tornou-se exigência obrigatória para as importações de etanol e açúcar no mercado europeu. O selo vale nos 27 países membros da União Europeia, que precisam elevar consideravelmente o consumo de biocombustíveis até 2020, reduzindo a emissão dos gases de efeito estufa e o impacto nas mudanças do clima.

Desde Junho, a ETH já possui a certificação RFS2 - Renewable Fuel Standard em cinco Unidades Industriais (Conquista do Pontal, Alcídia, Eldorado, Santa Luzia e Rio Claro). Esta certificação atende aos padrões americanos para controle da entrada de biocombustíveis nos EUA.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar