acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Estudo revelou expectativa líquida de emprego de 31% no estado do Rio de Janeiro

16/03/2010 | 03h16

As empresas do Rio de Janeiro estão otimistas quanto a contratações no segundo trimestre de 2010, com uma expectativa líquida de emprego de 31% no estado. É isso que apontou a Pesquisa de Expectativa de Emprego (Manpower Employment Outlook Survey), realizada pela Manpower, empresa líder de mercado em recursos humanos. O levantamento avaliou a expectativa de mais de 61 mil empresas de 36 países quanto à empregabilidade no segundo trimestre de 2010. No Brasil, quase mil empregadores foram ouvidos no Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Paraná.
 
Segundo a pesquisa, o otimismo em relação a contratações no Rio de Janeiro, apesar de menor que no último trimestre, ainda se mantém alto. “No fim de 2009, com os anúncios da Copa e das Olimpíadas no Rio de Janeiro, a expectativa de emprego para o começo do ano era imensa. Agora, passada a euforia, podemos notar que a intenção de novas contratações continua alta, refletindo as previsões iniciais de um ótimo ano para o emprego no estado”, afirma Flávia de Queiroz, diretora da filial da Manpower no Rio de Janeiro.
 
Entre os estados pesquisados, empregadores do Paraná são os mais otimistas, seguidos pelos de Minas Gerais, com 42%. Os empregadores da cidade de São Paulo têm 39% de expectativa, os do Rio de Janeiro têm 31% e os do estado de São Paulo têm 36%.


No total, a expectativa líquida de emprego no Brasil está em 38%, sete pontos percentuais acima do resultado do último trimestre. O país tem o maior resultado da América, seguido pelo Peru e pela Costa Rica (23% cada), Argentina (18%), Colômbia (16%) e Panamá (15%). Os Estados Unidos permaneceram estáveis quanto à expectativa de geração de novos cargos em relação ao último trimestre (5%), mas o país apresentou resultados mais otimistas que os de 2009 no mesmo período. No mundo todo, empregadores de 27 dos 36 países pesquisados esperam contratar no trimestre. Empregadores da Itália e Espanha (ambas com -11%) e Irlanda (-9%) têm as expectativas líquidas de emprego mais baixas.


Sobre a Expectativa Líquida de Emprego - A expectativa líquida de emprego é resultado da diferença entre as porcentagens positiva e negativa presentes nas respostas dos entrevistados quanto à expectativa de crescimento da empregabilidade no mercado de trabalho para o próximo trimestre. No caso do Brasil, 43% acreditam que aumentarão sua força de trabalho, e 5% prevê reduzir a mão de obra. Logo, a Expectativa Líquida de Emprego no Brasil é de 38%. 


 
Sobre a Pesquisa - A Manpower Employment Outlook Survey é realizada a cada três meses para medir a intenção das empresas de aumentar ou diminuir o número de trabalhadores no trimestre seguinte. O levantamento é um das mais abrangentes da categoria, tanto pelo número de entrevistados quanto pela amostragem e a longevidade. Considerada um importante indicador econômico e uma das pesquisas mais confiáveis sobre empregabilidade do mundo, é realizada há mais de 47 anos. Este trimestre, contou com entrevistas de mais de 61 mil empregadores dos setores público e privado no mundo todo.
 
 
A pesquisa da Manpower abrange 36 países e territórios: África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, China, Cingapura, Colômbia, Costa Rica, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Guatemala, Holanda, Hong Kong, Hungria, Índia, Irlanda, Itália, Japão, México, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Peru, Polônia, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia, Suíça e Taiwan. O estudo começou nos Estados Unidos e no Canadá em 1962, e o Reino Unido foi incluído em 1966. México e Irlanda entraram em 2002, e mais treze países foram adicionados em 2003. A Nova Zelândia foi incluída em 2004, China, Índia, Suíça e Taiwan em 2005, e Argentina, Peru, Costa Rica e África do Sul em 2006. Colômbia, República Tcheca, Grécia, Guatemala, Polônia e Romênia entraram em 2008 e Hungria e Brasil em 2009. Panamá foi adicionado em 2010.


Sobre a Manpower _ A Manpower (NYSE: MAN) é a líder mundial no segmento de recursos humanos, criando e fornecendo serviços que ajudam os seus clientes a vencerem no mundo do trabalho em constante mudança. Há 61 anos no mercado, a companhia oferece para os empregadores uma série de produtos para todo o ciclo de negócios e de emprego das empresas, desde recrutamento de pessoal permanente, temporário e administrado até avaliação e seleção de empregados, capacitação, outplacement, terceirização e consultoria.


A Manpower conta com uma rede mundial de 4.000 escritórios em 82 países e territórios que lhe permite atender as necessidades dos seus 400.000 clientes por ano, incluindo empresas de pequeno e médio porte de todos os setores de negócios, assim como as grandes corporações multinacionais. O foco do trabalho da Manpower é o aumento da produtividade por meio da melhora na qualidade e na eficiência da mão-de-obra, bem como na redução de custos.  No Brasil, está presente desde o ano 2000 e conta com escritórios nas cidades de São Paulo, Jundiaí, Belo Horizonte, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e Santo André. A Manpower Brasil opera sob as marcas: Manpower e Manpower Professional.



Fonte: Redação/Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar