acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Estoques dos EUA e fala de Bernanke influenciam negócios com petróleo

17/07/2013 | 14h37

 

O último relatório sobre os estoques americanos de petróleo e as palavras do presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, são avaliadas pelos participantes nos mercados de petróleo.
Em Nova York, o barril do Brent para agosto era negociado na casa de US$ 105,7. O preço oscilou entre US$ 105,6 e US$ 106,4 desde a abertura dos negócios.
O Departamento de Energia americano mostrou uma queda de 6,9 milhões de barris nas reservas de petróleo na semana passada. Alguns economistas previam um recuo menor, da ordem de 2,5 milhões de barris. Os níveis de gasolina subiram em 3,1 milhões de barris, enquanto a expectativa era de estabilidade.
A fala de Bernanke também teve efeito nas operações. Ele disse que o BC americano não possui um cronograma firme para reduzir as compras de títulos.

O último relatório sobre os estoques americanos de petróleo e as palavras do presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, são avaliadas pelos participantes nos mercados de petróleo.


Em Nova York, o barril do Brent para agosto era negociado na casa de US$ 105,7. O preço oscilou entre US$ 105,6 e US$ 106,4 desde a abertura dos negócios.


O Departamento de Energia americano mostrou uma queda de 6,9 milhões de barris nas reservas de petróleo na semana passada. Alguns economistas previam um recuo menor, da ordem de 2,5 milhões de barris. Os níveis de gasolina subiram em 3,1 milhões de barris, enquanto a expectativa era de estabilidade.


A fala de Bernanke também teve efeito nas operações. Ele disse que o BC americano não possui um cronograma firme para reduzir as compras de títulos.



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar