acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petrobras

Estatal precisará de menos sondas para cumprir metas

27/02/2013 | 18h01

 

Petrobras 
Estatal precisará de menos sondas para cumprir metas
A Petrobras precisará de menos sondas de exploração para cumprir suas metas de produção nos próximos anos, uma vez que os poços do pré-sal estão produzindo acima da expectativa. A afirmação foi dada hoje (27) pelo diretor de engenharia, tecnologia e materiais da Petrobras, José Antônio de Figueiredo, durante a posse da diretoria do Centro de Excelência em EPC (CE-EPC).
"Todo o plano será cumprido, a curva de produção será cumprida, mas com um número menor de sondas porque os poços estão se mostrando mais produtivos do que se imaginava", afirmou.
Segundo o executivo, desde o primeiro poço do pré-sal perfurado, houve otimização do uso de equipamentos de perfuração na região. 
Na ocasião, o diretor comentou ainda sobre a transferência para o exterior de plataformas do pré-sal para a Indonésia e China temendo atrasos na entrega de equipamentos: "O processo está dentro do que foi licitado e contratado", ressaltou.
Ele descartou a redução de postos de trabalho no Brasil por causa da transferência do trabalho para o exterior e garantiu que a quantidade de empregos será mantida.

A Petrobras precisará de menos sondas de exploração para cumprir suas metas de produção nos próximos anos, uma vez que os poços do pré-sal estão produzindo acima da expectativa. A afirmação foi dada hoje (27) pelo diretor de engenharia, tecnologia e materiais da Petrobras, José Antônio de Figueiredo, durante a posse da diretoria do Centro de Excelência em EPC (CE-EPC).


"Todo o plano será cumprido, a curva de produção será cumprida, mas com um número menor de sondas porque os poços estão se mostrando mais produtivos do que se imaginava", afirmou.


Segundo o executivo, desde o primeiro poço do pré-sal perfurado, houve otimização do uso de equipamentos de perfuração na região. 


Na ocasião, o diretor comentou ainda sobre a transferência para o exterior de plataformas do pré-sal para a Indonésia e China temendo atrasos na entrega de equipamentos: "O processo está dentro do que foi licitado e contratado", ressaltou.


Ele descartou a redução de postos de trabalho no Brasil por causa da transferência do trabalho para o exterior e garantiu que a quantidade de empregos será mantida.



Fonte: Redação TN/ Maria Fernanda Romero
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar