acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indústria Naval

Estaleiros brasileiros construirão 36 petroleiros para a PDVSA

14/02/2006 | 00h00

Dos 42 navios petroleiros que serão encomendados pela estatal venezuelana Petroleos de Venezuela (PDVSA), 36 serão construídos por um pool de sete estaleiros brasileiros, formado por Mauá Jurong, Eisa, Akker Promar, Brasfels, Sermetal, Itajaí e o que será construído por Andrade Gutierrez e Camargo Correa, no Porto de Suape. Segundo o presidente do Sindicato Nacional da Indústria Naval, Ariovaldo Rocha, o grupo deverá assinar em março o contrato com o estaleiro Diques Y Astilleros Nacionales CA (Dianca), que foi escolhido para conduzir as negociações e contratar as obras para a PDV Marina, a empresa de transporte marítimo da PDVSA. O valor da operação é estimado em US$ 3 bilhões.

O presidente do Sinaval explicou que uma parte das embarcações será construída no Brasil, com projetos distribuídos entre os estaleiros nacionais. “"Todos os cascos, que são a parte da obra que mais agrega valor e emprego, serão construídos no Brasil, assim como parte dos módulos", disse Rocha, explicando em seguida que a etapa de integração ao casco dos módulos de compressão de gás, topsides e geração de energia será executada na Venezuela. "Vamos enviar para lá nossas equipes técnicas que já têm experiência nesta integração, com relação às plataformas, e proporcionar um intercâmbio entre os dois países, ao mesmo tempo que liberamos espaços nos nosso estaleiros para fazer os cascos dos navios seguintes".

Rocha disse que a construção das embarcações para a PDVSA deverá gerar cerca de 16 mil empregos diretos. Entre as embarcações que poderão ser construídas no Brasil estão navios do tipo Very Large Crude Carrier (VLCC), Suezmax e Aframax, Panamax, navios de produtos e gaseiros. Em relação aos demais petroleiros encomendados pela PDV Marina, quatro serão construídos por um estaleiro espanhol e outros dois com um argentino.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar