acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

ERB assina contrato para fornecimento de energia limpa

06/12/2010 | 14h05
Energias Renováveis do Brasil S.A (ERB), acaba de assinar contrato para fornecimento de vapor por um período de 20 anos para uma das maiores indústrias químicas do país, a Dow Brasil S/A. A ERB foi criada em 2008 e seu foco é desenvolver projetos integrados de co-geração de energia a partir de biomassa para clientes industriais, substituindo a matriz energética fóssil por um combustível limpo, renovável e com ganhos de eficiência e custo para o cliente. Para Paulo Vasconcellos, diretor-executivo da ERB, a assinatura deste contrato representa um marco importante no desenvolvimento da ERB. “As coisas estão acontecendo conforme planejamos, o crescimento expressivo do número de projetos em desenvolvimento e o estabelecimento de parcerias deste tipo são a comprovação de que a estratégia adotada pela empresa é vencedora.” A ERB, tem investimentos previstos de aproximadamente R$ 450 milhões neste e em outros projetos que devem ser fechados logo.


“Estamos muito honrados e orgulhosos com esta parceria com a Dow e a assinatura deste contrato. Esse projeto é resultado de um trabalho conjunto entre a ERB e a Dow, de mais de dois anos”, declarou Emilio Rietmann, diretor- executivo da ERB. “Temos ainda outros três projetos em desenvolvimento na região, além de projetos em estudos no Mato Grosso, São Paulo e Minas Gerais”, acrescenta Emilio. O contrato, assinado com a Dow Brasil S/A, subsidiária da Dow Chemical Company (DOW),  prevê o fornecimento de vapor para o maior parque industrial da companhia no Brasil, o complexo de Aratu, por um período de 18 anos.


O combustível a ser usado será o cavaco de eucalipto, em substituição ao gás natural, atualmente utilizado pela Dow.  Tal substituição permitirá a redução de emissões de dióxido de carbono em aproximadamente 180 mil toneladas por ano. Em seu complexo de Aratu, a Dow será a primeira petroquímica no Brasil e uma das pioneiras no mundo a utilizar biomassa como fonte de energia.


A ERB informou ainda que o projeto está avançando rapidamente, sendo que a ERB já comprou terras na Bahia para plantio de floresta de eucalipto dedicada ao projeto. Estão previstos para o início do ano as atividades de plantio, a finalização de projeto básico de engenharia e o processo de licenciamento ambiental.


 

 

Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar