acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Eletricidade

Equador ganha US$ 20 milhões da ONU por reaproveitar energia

19/09/2011 | 09h53
O Equador receberá R$ 20 milhões em bônus de carbono da Organização das Nações Unidas (ONU), em reconhecimento a um projeto no campo petroleiro da Amazônia que reutiliza sobras de gás para gerar eletricidade, disse neste sábado (17) o presidente Rafael Correa.

"Este é o primeiro projeto no Equador que recebe um montante tão alto em bônus de carbono", disse Correa sobre a iniciativa que desenvolve a estatal Petroamazonas no campo Edén Yuturi, na região de Pañacocha (norte).

Os bônus de carbono são negociados no mercado como um incentivo para as empresas que não emitem ou diminuíram suas emissões de dióxido de carbono (CO2). Já as empresas (ou países) que emitem mais que o permitido são obrigados a pagar multa.

Cada bônus representa uma espécie de licença para emitir uma tonelada de CO2, que é o grande vilão do aquecimento global.


Economia

O projeto da Pañacoha reutiliza o gás obtido durante o processo de extração de petróleo para gerar energia no campo Edén Yuturi. Antes esse gás era queimado e a eletricidade era produzida com diesel importado.

O projeto custou US$ 35 milhões, que será reduzido a US$ 15 milhões pelos bônus e fará a empresa economizar US$ 60 milhões por ano, explicou o presidente.


Fonte: G1
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar