acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Engenheiros brasileiros visitam CT da Schneider Electric

24/10/2012 | 11h49

 

A Schneider Electric, especialista global na gestão de energia, recebeu na terça-feira (23), em seu Centro de Tecnologia em Saint Louis, Missouri (EUA), um grupo de 11 engenheiros e clientes brasileiros de empresas da área de TI.
A visita inclui demonstrações das soluções de refrigeração, rack e PDU da Schneider Electric, do sistema modular de proteção de energia Symmetra PX 250/500, além de um tour pelo centro e uma visão sobre o seu software de Data Center Infrastructure Management (DCIM).
“Conhecer o Centro Tecnológico da empresa, em Saint Louis é uma grande oportunidade de atualização para especialistas em Data Centers, pois o local tem o que há de mais inovador e eficiente em termos de energia e refrigeração para ambientes de TI. Estas são palavras-chave para as organizações, pois os custos relacionados a essas variáveis, em breve, vão ultrapassar o que é gasto com hardware”, afirma Luciano Santos, diretor de vendas da unidade de negócios TI da Schneider Electric.
O Centro Tecnológico da Schneider Electric é um laboratório que está em uma área de 100 mil metros quadrados. No local, as equipes também constroem e testam as novas soluções de gestão de energia e refrigeração para Data Centers e ambientes de TI de todos os tamanhos. Também há uma sala de demonstração de DCs, na qual é possível experimentar o ambiente e comparar arquiteturas de refrigeração tradicionais às baseadas em corredores.
Os visitantes podem, ainda, testar a operação similar ao ambiente que estão implementando, inclusive indicadores, como mudanças de temperatura, picos de energia, blackouts, acúmulo de calor, entre outros. Proporcionado pela Schneider Electric, o ambiente mede 7 mil metros  quadrados e tem um megawatt de energia.
O Schneider Electric Technology Center ainda demonstra melhores práticas de “TI verde”. Por exemplo, seu telhado branco, feito com poliolefina termoplástica 100% reciclável, tem índices de refletividade de 80%, em média, o que ajuda a manter o prédio resfriado, reduzindo os custos de ar condicionado. A maioria  dos materiais utilizados são regionais, para reduzir a poluição causada pelo transporte, toda a madeira é certificada, o combustível na parte hidráulica dos elevadores é biodegradável, entre outros.

A Schneider Electric, especialista global na gestão de energia, recebeu na terça-feira (23), em seu Centro de Tecnologia em Saint Louis, Missouri (EUA), um grupo de 11 engenheiros e clientes brasileiros de empresas da área de TI.


A visita inclui demonstrações das soluções de refrigeração, rack e PDU da Schneider Electric, do sistema modular de proteção de energia Symmetra PX 250/500, além de um tour pelo centro e uma visão sobre o seu software de Data Center Infrastructure Management (DCIM).


“Conhecer o Centro Tecnológico da empresa, em Saint Louis é uma grande oportunidade de atualização para especialistas em Data Centers, pois o local tem o que há de mais inovador e eficiente em termos de energia e refrigeração para ambientes de TI. Estas são palavras-chave para as organizações, pois os custos relacionados a essas variáveis, em breve, vão ultrapassar o que é gasto com hardware”, afirma Luciano Santos, diretor de vendas da unidade de negócios TI da Schneider Electric.


O Centro Tecnológico da Schneider Electric é um laboratório que está em uma área de 100 mil metros quadrados. No local, as equipes também constroem e testam as novas soluções de gestão de energia e refrigeração para Data Centers e ambientes de TI de todos os tamanhos. Também há uma sala de demonstração de DCs, na qual é possível experimentar o ambiente e comparar arquiteturas de refrigeração tradicionais às baseadas em corredores.


Os visitantes podem, ainda, testar a operação similar ao ambiente que estão implementando, inclusive indicadores, como mudanças de temperatura, picos de energia, blackouts, acúmulo de calor, entre outros. Proporcionado pela Schneider Electric, o ambiente mede 7 mil metros  quadrados e tem um megawatt de energia.


O Schneider Electric Technology Center ainda demonstra melhores práticas de “TI verde”. Por exemplo, seu telhado branco, feito com poliolefina termoplástica 100% reciclável, tem índices de refletividade de 80%, em média, o que ajuda a manter o prédio resfriado, reduzindo os custos de ar condicionado. A maioria  dos materiais utilizados são regionais, para reduzir a poluição causada pelo transporte, toda a madeira é certificada, o combustível na parte hidráulica dos elevadores é biodegradável, entre outros.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar