acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia solar

Energia solar criou 1 em cada 50 novos empregos nos EUA em 2016

07/02/2017 | 16h55

A força de trabalho em energia solar nos EUA cresceu a um ritmo histórico em 2016, ano no qual um em cada cinqüenta novos empregos estava na indústria solar. Esta é uma das descobertas do National Solar Jobs Census 2016, o sétimo relatório anual sobre empregos gerados pela energia solar que The Solar Foundation lançou hoje.

De acordo com o National Solar Jobs Census 2016, o crescimento do emprego na indústria solar ultrapassou a economia global dos EUA em 17 vezes. Foram adicionados mais de 51.000 postos de trabalho, totalizando 260.077 empregos nos EUA. A força de trabalho solar cresceu 25% em relação a 2015, o maior percentual anual de crescimento desde que o primeiro censo de empregos em energia solar nos Estados Unidos foi lançado, em 2010.

"Ao quase triplicar o número de postos de trabalho desde 2010, o setor de energia solar consolida-se como uma história americana de sucesso, que criou centenas de milhares de empregos bem remunerados", declarou Andrea Luecke, presidente e diretora executiva da The Solar Foundation. "Em 2016, vimos um aumento dramático da força de trabalho solar em todo o país, graças a uma rápida diminuição no custo dos painéis solares e uma demanda sem precedentes dos consumidores por instalações solares. Mais do que nunca, é claro que a energia solar é uma fonte de energia de baixo custo, confiável e superabundante que está impulsionando o crescimento econômico, fortalecendo as empresas e tornando nossas cidades mais inteligentes e resistentes".

O número de empregos solares aumentou em 44 dos 50 estados norte-americanos no ano passado, mostrando que o crescimento da indústria solar não é um fenômeno regional. O estado com o maior número de empregos na energia solar em 2016 é a Califórnia, seguida por Massachusetts, Texas, Nevada e Florida. Uma lista completa do número de empregos solares por estado, juntamente com as taxas de crescimento do estado em 2015, pode ser encontrada em SolarJobsCensus.org.

O crescimento dos empregos em energia solar ao longo de 2016 ocorreu em todos os sub-setores dessa indústria, incluindo um crescimento de 26% nas empresas de manufatura, para 38.121 empregos em todo o país. Os trabalhos de instalação aumentaram 14% para um total de 137.133 empregos. Os empregos de desenvolvimento de projetos aumentaram em 53% para 34.400 empregos, enquanto os empregos de vendas e distribuição aumentaram em 32%, para 32.147 empregos.

"O uso de energia renovável se traduz em benefícios nos resultados financeiros, como custos de energia mais baixos e mais estáveis para a GM a longo prazo", disse Rob Threlkeld, Gerente Global de Energia Renovável da General Motors. "Com mais de 67 megawatts de energia solar alojados em 24 instalações em todo o mundo, vemos o poder da luz do sol como parte integrante de nossa meta de nos tornarmos uma empresa mais sustentável".

A expansão da energia solar é importante também para lidar com as mudanças climáticas. "Como parte do nosso compromisso com a sustentabilidade e com o objetivo de ser independente de energia até 2020, a IKEA orgulha-se de seus 44 MW de energia solar em 90% de nossa instalações nos EUA", disse Lars Petersson, presidente da IKEA nos EUA. "Estamos entusiasmados com o fato de que nosso investimento solar contribuiu com o rápido crescimento da indústria de tecnologias limpas e de energias renováveis e com a criação de empregos de qualidade e uma sociedade de baixo teor de carbono como resultado".

Desde 2010, o National Solar Jobs Census da The Solar Foundation definiu como trabalhadores solares aqueles que gastam pelo menos 50% do seu tempo em trabalhos relacionados com a energia solar. The Solar Foundation encontrou de forma consistente que aproximadamente 90% destes trabalhadores gastam 100% de seu tempo em trabalhos relacionados com a energia solar. O Censo deste ano fez parte do esforço de coleta de dados do US Energy and Employment Report (USEER) do Departamento de Energia dos EUA, que incluiu mais de 500.000 ligações telefônicas e mais de 60.000 e-mails para estabelecimentos de energia nos EUA entre outubro e novembro de 2016.

Sobre The Solar Foundation

The Solar Foundation® é uma organização sem fins lucrativos independente cuja missão é acelerar a adoção da fonte de energia mais abundante do mundo. Através de sua liderança, pesquisa e capacitação, The Solar Foundation cria soluções transformadoras para alcançar um futuro próspero no qual a tecnologia solar é integrada a todos os aspectos de nossas vidas. The Solar Foundation é considerada a principal organização de pesquisa sobre a força de trabalho em energia solar, as tendências do empregador e os impactos econômicos da energia solar. Forneceu aconselhamento especializado a organizações líderes como o Banco Interamericano de Desenvolvimento e o Departamento de Energia dos EUA, entre outros, durante um período de crescimento dinâmico da indústria e de incerteza política e econômica. Outras informações podem ser obtidas em TheSolarFoundation.org



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar