acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Enel Green ganha concessão de capacidade hidrelétrica

26/11/2015 | 15h59

 

A Enel Green Power (“EGP”) conquistou a concessão por 30 anos para duas usinas hidrelétricas já em operação com capacidade instalada total de 40 MW no Brasil, de acordo com o concurso público “Leilão de Concessões” realizado em 25 de novembro. As duas usinas hidrelétricas, Paranapanema (32 MW), localizada no estado de São Paulo e Mourão I (8 MW), localizada no Paraná, são capazes de gerar aproximadamente 270 GWh por ano.
 
As duas instalações estão respaldadas por um contrato de fornecimento de 30 anos que prevê a venda de 70% da energia gerada pelas duas usinas a um pool de empresas de distribuição, enquanto os 30% restantes serão vendidos no mercado livre, de acordo com as regras do leilão.
A EGP irá investir mais de R$ 160 milhões (aproximadamente US$ 40 milhões) para essa concessão e será responsável pela operação das duas usinas pelos próximos 30 anos.
A atribuição desta concessão consolida a posição da EGP como um dos principais players no setor de energias renováveis no Brasil, onde atualmente a empresa possui 93 MW de capacidade hídrica, 313 MW de eólica e 12 MW de solar. A concessão representa mais um passo na estratégia da EGP que visa a implementação de um portfólio tecnologicamente bem equilibrado no país.

A Enel Green Power (“EGP”) conquistou a concessão por 30 anos para duas usinas hidrelétricas já em operação com capacidade instalada total de 40 MW no Brasil, de acordo com o concurso público “Leilão de Concessões” realizado em 25 de novembro. As duas usinas hidrelétricas, Paranapanema (32 MW), localizada no estado de São Paulo e Mourão I (8 MW), localizada no Paraná, são capazes de gerar aproximadamente 270 GWh por ano.

As duas instalações estão respaldadas por um contrato de fornecimento de 30 anos que prevê a venda de 70% da energia gerada pelas duas usinas a um pool de empresas de distribuição, enquanto os 30% restantes serão vendidos no mercado livre, de acordo com as regras do leilão.

A EGP irá investir mais de R$ 160 milhões (aproximadamente US$ 40 milhões) para essa concessão e será responsável pela operação das duas usinas pelos próximos 30 anos.

A atribuição desta concessão consolida a posição da EGP como um dos principais players no setor de energias renováveis no Brasil, onde atualmente a empresa possui 93 MW de capacidade hídrica, 313 MW de eólica e 12 MW de solar. A concessão representa mais um passo na estratégia da EGP que visa a implementação de um portfólio tecnologicamente bem equilibrado no país.

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar