acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

Endress+Hauser lança medidor de vazão ultrasônico

13/08/2012 | 13h39

 

A Endress+Hauser, empresa especializada em instrumentos de medição, introduz no mercado brasileiro o novo medidor de vazão ultrasônico Prosonic Flow B200. O produto tem como principal funcionalidade mensurar o volume de biogás emitido pelas usinas e monitorar sua queima, proporcionando redução do efeito estufa e geração de crédito de carbono. Além da vazão de biogás, o medidor também possibilita medir a concentração de gás metano (CH4), parte energética do biogás, na tubulação.
“O mercado de biogás no Brasil tem crescido muito nos últimos anos como fonte de energia limpa. A determinação precisa da quantidade desse gás é um critério decisivo para avaliar a eficiência de uma produção e um indicador de processo de fermentação. O novo medidor de vazão ultrassônico Prosonic B200 da Endress+Hauser foi desenvolvido especialmente para essas aplicações”, explica André Nadais, gerente de produtos de vazão da Endress+Hauser.
Com o medidor Prosonic Flow B200 é possível garantir o funcionamento estável de uma usina de biogás para que ela não agrida o meio ambiente, além de funcionar como fonte de energia limpa renovável. O grande diferencial do medidor com relação às técnicas tradicionais é a possibilidade de medição de vazão com ultrassom. Graças ao desenvolvimento dos sensores, a medição pode ser feita mesmo sob grandes flutuações na composição do gás, forte presença de umidade e pressões ou vazões de processo muito baixas.
O medidor apresenta alta precisão de medição (±1.5%) e uma ampla faixa de operação (30:1). Não causa perda de carga e, uma vez instalado, não requer manutenção preventiva. O Prosonic Flow B200 está disponível nos diâmetros entre DN 50 (2") e DN 200 (8") e pode ser utilizado em temperaturas de gás de até 80°C e pressões de gás até 10 bar. Como um medidor 2 Fios intrinsecamente seguro (Ex ia) pode ser utilizado em áreas explosivas. O menu de operação em Língua Portuguesa permite ao usuário configurar o medidor localmente.
Além da medição de vazão volumétrica, é possível medir a concentração de metano no biogás, por meio da uma medição precisa da velocidade do som e um sensor de temperatura integrado.
“Essa é uma característica única que abre novas perspectivas para o monitoramento de biogás, uma vez que a quantidade de gás, assim como sua qualidade, pode ser monitorada e ações podem ser tomadas, para sanar problemas em um processo de fermentação”, conclui Nadais.
Como um medidor de vazão multivariável, o Prosonic Flow B200 também pode calcular valores adicionais, como volume corrigido, fluxo de calor ou o índice de Wobbe como um indicador de performance para a qualidade do combustível.

A Endress+Hauser, empresa especializada em instrumentos de medição, introduz no mercado brasileiro o novo medidor de vazão ultrasônico Prosonic Flow B200. O produto tem como principal funcionalidade mensurar o volume de biogás emitido pelas usinas e monitorar sua queima, proporcionando redução do efeito estufa e geração de crédito de carbono. Além da vazão de biogás, o medidor também possibilita medir a concentração de gás metano (CH4), parte energética do biogás, na tubulação.


“O mercado de biogás no Brasil tem crescido muito nos últimos anos como fonte de energia limpa. A determinação precisa da quantidade desse gás é um critério decisivo para avaliar a eficiência de uma produção e um indicador de processo de fermentação. O novo medidor de vazão ultrassônico Prosonic B200 da Endress+Hauser foi desenvolvido especialmente para essas aplicações”, explica André Nadais, gerente de produtos de vazão da Endress+Hauser.


Com o medidor Prosonic Flow B200 é possível garantir o funcionamento estável de uma usina de biogás para que ela não agrida o meio ambiente, além de funcionar como fonte de energia limpa renovável. O grande diferencial do medidor com relação às técnicas tradicionais é a possibilidade de medição de vazão com ultrassom. Graças ao desenvolvimento dos sensores, a medição pode ser feita mesmo sob grandes flutuações na composição do gás, forte presença de umidade e pressões ou vazões de processo muito baixas.


O medidor apresenta alta precisão de medição (±1.5%) e uma ampla faixa de operação (30:1). Não causa perda de carga e, uma vez instalado, não requer manutenção preventiva. O Prosonic Flow B200 está disponível nos diâmetros entre DN 50 (2") e DN 200 (8") e pode ser utilizado em temperaturas de gás de até 80°C e pressões de gás até 10 bar. Como um medidor 2 Fios intrinsecamente seguro (Ex ia) pode ser utilizado em áreas explosivas. O menu de operação em Língua Portuguesa permite ao usuário configurar o medidor localmente.


Além da medição de vazão volumétrica, é possível medir a concentração de metano no biogás, por meio da uma medição precisa da velocidade do som e um sensor de temperatura integrado.


“Essa é uma característica única que abre novas perspectivas para o monitoramento de biogás, uma vez que a quantidade de gás, assim como sua qualidade, pode ser monitorada e ações podem ser tomadas, para sanar problemas em um processo de fermentação”, conclui Nadais.


Como um medidor de vazão multivariável, o Prosonic Flow B200 também pode calcular valores adicionais, como volume corrigido, fluxo de calor ou o índice de Wobbe como um indicador de performance para a qualidade do combustível.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar