acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Eneg

Encontro entre empresas tem explicativa de R$ 50 milhões em negócios

22/03/2007 | 00h00

A partir do Encontro Nacional de Negócio (Eneg) para os setores de óleo, gás e naval foi realizado nesta quarta-feira (21/03), no Rio de Janeiro, as 120 empresas participantes do evento poderão gerar cerca de R$ 50 milhões em negócios nos próximos 12 meses.

A informação foi divulgada pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), que promoveu o evento, juntamente com a consultoria Staff Rio.

Segundo Bruno Musso, Superintendente da ONIP e organizador do ENEG 2007, o grande atrativo do encontro é fomentar negócios ao longo de toda a cadeia produtiva, tendo em vista que os investimentos na exploração e produção de óleo e gás são de interesse, não só das grandes empresas, como também dos micros e pequenos fornecedores.

"O evento oferece a possibilidade de abertura de novas frentes de negócios para essas empresas", completou Musso, que havia comentado anteriormente que o objetivo era permitir negócios entre os elos intermediários da cadeia industrial petrolífera.

A estrutura do Eneg difere das rodadas de negócios que vem sendo promovidas pela Onip e o Sebrae desde 2004. Nesses encontros os fornecedores fazem reuniões com as grandes petroleiras, enquanto no Eneg as reuniões são entre empresas de porte semelhante, mas com produtos e serviços diferentes e que podem ser complementares.
 
O modelo das rodadas de negócios já se repetiu por seis vezes e teve a participação de 541 empresas e mais de  R$ 300 milhões de negócios gerados.

No Eneg, ontem, participaram das reuniões, pré-agendadas, fornecedores de bens e serviços da cadeia de petróleo, como a Chemtec e a Sea Oil, além de grandes empresas como a Concremat e a Queiroz Galvão Óleo e Gás e os estaleiros Mauá-Jurong e Iesa. 

Empresas de outros segmentos, como Colortronic (comunicação visual), SanteVita (gestão em saúde), QUEMais e PromoSul (Comunicação e Marketing) e Flash Idiomas (tradutores juramentados), entre outras na área de software, também estiveram presentes em busca de novas oportunidades de negócio no setor petróleo.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar