acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Santos Offshore 2012

Encontro é aberto hoje em Santos

16/10/2012 | 18h01
Encontro é aberto hoje em Santos
TN Petróleo TN Petróleo

Um dos principais encontros de negócios da Bacia de Santos, a Santos Offshore Oil & Gas, foi aberta nesta terça-feria (16) em Santos, no litoral de São Paulo. O evento tem como objetivo impulsionar a cadeia produtiva de petróleo e gás da Baixada Santista e, assim, gerar negócios tanto localmente quanto para o restante do estado de São Paulo e do Brasil.


A abertura do evento foi marcada pelo entusiasmo dos investimentos na região e a expectativa de crescimento do setor de petróleo e gás no país. Paulo Octavio, Vice-Presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, empresa organizadora do evento, estimou cerca de 16 mil pessoas visitando a Santos Offshore Oil & Gas Expo. Segundo ele, o evento conta com uma área de 10 mil metros quadrados, 200 expositores, além de rodada de negócios, debates e apresentações em conferências durante todos os dias de evento.


O executivo comentou que as expectativas para as rodadas de negócios na Santos Offshore são grandes e são uma importante oportunidade para as pequenas e médias empresas que buscam participar da cadeia de petróleo e gás. José Ricardo Roriz Coelho, coordenador do COMPETRO (Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria de Petróleo e Gás da FIESP), deu sequência à cerimônia com o alerta de que a articulação entre as entidades governamentais e a iniciativa privada é fundamental para o sucesso do setor.


“O grande potencial de renda, de geração de empregos e de crescimento sustentável que o pré-sal possibilita tem atraído novos investimentos para a Bacia de Santos, estimulando o desenvolvimento local. O COMPETRO, junto com a FIESP e com o CIEPS, está empenhado em contribuir com esta transformação do setor de petróleo e gás que irá se refletir em todo o país”, afirmou Coelho, ressaltando que a Santos Offshore pode ser uma grande oportunidade para firmar novas parcerias e consolidar o fortalecimento do setor.


Na ocasião, Ricardo Achilles, Secretário de Energia do Estado de São Paulo, garantiu que o governo está olhando para o crescimento da Bacia de Santos com alegria e cuidado acima de tudo: “Temos procurado estabelecer o foco de nossas ações no suporte a este desenvolvimento, que imprescindivelmente deve ocorrer de forma sutantável”.

Participaram ainda da cerimônia de abertura: Alvaro Teixeira, Secretário Executivo do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustível (IBP); Alfredo Renault, Superintendente da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip); Paulo Sérgio Brito Fanzosi, Gerente do Sebrae-SP; e Igor Tavares, Diretor da Santos Offshore.

Saipem


Giuseppe Surace, Gerente Geral da Saipem do Brasil Serviços de Petróleo, que também participou da abertura do evento, informou que a empresa italiana - que está desde 2002 no Brasil - vai investir US$ 300 milhões em Santos para construir um centro de tecnologia.


"O centro visa o desenvolvimento de equipamentos submarinos para o desenvolvimento da cadeia do pré-sal em águas ultraprofundas, além de engenharia e pesquisa para atender o desafio da indústria no país", disse.

Petrobras

José Luis Marcusso, Gerente Geral da UO-BS (Unidade de Negócios de Exploração e Produção da Bacia de Santos) da Petrobras, indicou que a estatal - patrocinadora master do evento - pretende realizar cerca de 500 atendimentos para o cadastro de empresas fornecedoras da cadeia de petróleo e gás em seu estande durante os quatro dias de duração da Santos Offshore.

"Queremos viabilizar e agilizar o processo de cadastro dessas empresas no Cadastro Corporativo (CRCC - Certificado de Registro e Classificação Cadastral) e Registro Simplificado (Local) de fornecedores da Companhia", afirmou o executivo. De acordo com Marcusso, 360 atendimentos já foram agendados.

Segundo ele, o estande da Petrobras, que possui 2700 m², conta também com uma maquete da nova sede da empresa no bairro de Valongo, em Santos. O empreendimento, que teve as obras iniciadas em julho do ano passado, está ainda na primeira fase com a construção da infra-estrutura para as três torres e a construção do primeiro prédio. "A previsão é que o primeiro dos três prédios a serem construídos no local esteja operacional no início de 2014", afirmou. Os investimentos da Petrobras com a nova sede em Santos são de R$ 380 milhões.



Fonte: Redação TN/ Maria Fernanda Romero
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar