acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Etanol

Empresa japonesa junta-se à Odebrecht

31/10/2007 | 00h00
A Odebrecht acertou com a japonesa Sojitz Corporation parceria na ETH Bioenergia, empresa recém-criada para a produção e comercialização de etanol, além de açúcar, álcool e co-geração de energia.

Na operação, fechada ontem, o grupo asiático adquiriu 33% da ETH, que tem orçamento de investimento de R$ 5 bilhões para a construção de 10 unidades produtoras nos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, além de São Paulo

Tradicional multinacional de trading, com 72 escritórios e 621 empresas subsidiárias e coligadas nos cinco continentes, a Sojitz já mantinha relações comerciais com o grupo Odebrecht, por meio da venda de produtos da Brasken.

"O conhecimento de trading de commodities, a atuação mundial e a alta capacidade de avaliação de clientes da Sojitz contribuirão significativamente para o cumprimento dos nossos objetivos", afirmou Clayton Miranda, presidente da ETH.

Em julho, a ETH adquiriu a Usina Alcídia, localizada em Teodoro Sampaio (SP), que a partir de 2009 terá a capacidade ampliada para a produção de 2,1 milhões de toneladas..

Líder na América Latina nos setores de engenharia e construção e química e petroquímica, a Odebrecht atuará, por meio da ETH, desde a produção e moagem de cana até a venda dos produtos finais, passando pelas etapas de logística e transportes e exportação.

A nova empresa criará núcleos concentrados de produção de cana e instalação de usinas, o que permitirá a redução de custos e a otimização de resultados, graças à proximidade geográfica.


Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar