acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Reconhecimento

Empresa de energia limpa ganha prêmio europeu

28/08/2012 | 09h51

 

A empresa Yafa Energy, propriedade de um árabe-israelense, se tornou a primeira do gênero a ganhar o prêmio Eureka (Exceptional, Unconventional Research Enabling Knowledge Acceleration) concedido pela União Europeia. Ela foi considerada a melhor iniciativa tecnológica de uma comunidade israelense minoritária - no caso, um árabe-israelense.
A Yafa Energy foi fundada há dois anos por Salih Manasra, um engenheiro mecânico proveniente da indústria automobilística que decidiu dedicar sua vida a causas humanitárias. A empresa foi reconhecida pelo Banco Mundial como capaz de desenvolver energia solar para produzir vapor a ser utilizado em processos industriais em substituição a combustíveis fósseis.
A estratégia de negócios da Yafa é baseada na noção de que em grande parte do mundo com indústria pesada, como na África e no Oriente Médio, há abundância de sol e um enorme déficit no uso de energia renovável. Países produtores de cimento, vidro, bebidas e têxteis precisam de cada vez mais energia e têm pouco acesso a ela.
A Yafa (que significa “bela”) oferece um sistema que fornece aquecimento, refrigeração e energia elétrica para processos industriais extensivos. Usando a experiência da indústria automobilística, os engenheiros da empresa encontraram novas maneiras de maximizar a energia desse ciclo, tornando-a 15% mais eficiente, diz Manasra.
O empresário afirma que espera vender sua tecnologia para empresas do mundo árabe em países como Jordânia, Marrocos, Egito, Tunísia e Argélia.

A empresa Yafa Energy, propriedade de um árabe-israelense, se tornou a primeira do gênero a ganhar o prêmio Eureka (Exceptional, Unconventional Research Enabling Knowledge Acceleration) concedido pela União Europeia. Ela foi considerada a melhor iniciativa tecnológica de uma comunidade israelense minoritária - no caso, um árabe-israelense.


A Yafa Energy foi fundada há dois anos por Salih Manasra, um engenheiro mecânico proveniente da indústria automobilística que decidiu dedicar sua vida a causas humanitárias. A empresa foi reconhecida pelo Banco Mundial como capaz de desenvolver energia solar para produzir vapor a ser utilizado em processos industriais em substituição a combustíveis fósseis.


A estratégia de negócios da Yafa é baseada na noção de que em grande parte do mundo com indústria pesada, como na África e no Oriente Médio, há abundância de sol e um enorme déficit no uso de energia renovável. Países produtores de cimento, vidro, bebidas e têxteis precisam de cada vez mais energia e têm pouco acesso a ela.


A Yafa (que significa “bela”) oferece um sistema que fornece aquecimento, refrigeração e energia elétrica para processos industriais extensivos. Usando a experiência da indústria automobilística, os engenheiros da empresa encontraram novas maneiras de maximizar a energia desse ciclo, tornando-a 15% mais eficiente, diz Manasra.


O empresário afirma que espera vender sua tecnologia para empresas do mundo árabe em países como Jordânia, Marrocos, Egito, Tunísia e Argélia.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar