acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Mercado

Emprego na indústria cai 0,1% na passagem de junho para julho

09/09/2011 | 11h25
O nível de emprego na indústria brasileira caiu 0,1% em julho em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período de 2010, houve alta de 0,4%. Embora este tenha sido o 18º resultado positivo consecutivo nesse tipo de análise, foi o menos intenso desde fevereiro do ano passado, quando a taxa ficou em 0,8%. Nos sete primeiros meses do ano, o emprego na indústria acumula expansão de 1,7%, e nos últimos 12 meses, de 2,7%.

De acordo com dados da Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário (Pimes), divulgada hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na comparação anual, as contratações superaram as demissões em 11 dos 18 setores investigados. Os destaques foram alimentos e bebidas (3,5%), meios de transporte (6,3%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (6,3%). Já as principais quedas do nível de emprego foram observadas em papel e gráfica (-9,6%), vestuário (-4,7%) e calçados e couro (-6,3%).

Entre as regiões, nove das 14 tiveram expansão nas contratações, superior ao registrado em julho de 2010. As principais contribuições positivas partiram do Paraná (6,8%), da Região Norte e Centro-Oeste (2,8%) e de Minas Gerais (2,1%). Já em São Paulo, houve queda de 2%.

Em julho de 2011, o número de horas pagas aos trabalhadores da indústria teve leve aumento de 0,1% em relação ao mês de junho, quando houve redução de 0,6%. Na comparação com julho de 2010, o número de horas pagas subiu 0,3%.

Já o valor da folha de pagamento desse contingente de trabalhadores aumentou 0,1% na passagem de um mês para o outro, e 1,3% em relação ao mesmo período do ano passado.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar