acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Política

Embaixador da Espanha diz confiar que Brasil respeita contratos

02/05/2012 | 11h42
O embaixador da Espanha no Brasil, Manuel de la Cámara, disse nesta quarta-feira confiar na política do governo brasileiro de respeito a contratos, ao comentar as ameaças que empresas espanholas têm enfrentado na Argentina e na Bolívia.

“Está claro que o Brasil é muito diferente de outros países da América Latina, pois respeita os contratos”, afirmou, após encontro com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, em Brasília.

Segundo o embaixador espanhol, o encontro com o ministro brasileiro serviu para tratar de investimentos na área de energias renováveis e de uma possível parceria da Petrobras com a Repsol. Ele não deu detalhes de como seria estruturada essa parceria. Ele negou que o encontro tenha servido para pedir o apoio do governo brasileiro no processo de expropriação de empresas espanholas na região.

Segundo de la Cámara, as negociações com o governo argentino “não têm sido fáceis”. Ele ainda comentou que os governos dos demais países da América Latina não são “muito previsíveis”.

O embaixador também rechaçou a alegação de que as empresas espanholas não estivessem fazendo o investimento necessário nos países onde atuam. Segundo ele, os recursos aplicados “são suficientes” para o funcionamento das companhias.

O chanceler disse que a preocupação do governo espanhol neste momento é garantir uma compensação justa pelas empresas expropriadas. Ele lembrou que o Brasil, na figura da Petrobras, já enfrentou problema semelhante com governos de países vizinhos.

Em abril, a Argentina expropriou 51% da petroleira YPF, controlada pela espanhola Repsol. Na terça-feira (1º), foi a vez de a Bolívia nacionalizar a Transportadora de Electricidad SA (TDE), distribuidora de energia controlada pela espanhola Red Eléctrica Internacional.


Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar