acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petróleo e Gás

Em setembro, Petrobras produz 2,47 milhões de boe por dia

29/10/2012 | 09h47
Em setembro, Petrobras produz 2,47 milhões de boe por dia
FPSO Cidade Anchieta entrou em operação no campo de Baleia ... FPSO Cidade Anchieta entrou em operação no campo de Baleia ...

 

A produção de petróleo e gás natural da Petrobras no Brasil e no exterior, em setembro, foi, em média, de 2.472.213 de barris de óleo equivalente (boe) por dia. No Brasil, a produção média de foi de 2.222.387 boe/dia, indicando uma redução de 3,7% com relação a agosto.
A produção total da empresa no exterior foi de 249.826 boe/dia, correspondendo a um aumento de 4,8%, comparado com o mês anterior.
Do total produzido no Brasil, 1 milhão 843 mil barris por dia (bpd) foram exclusivamente de petróleo, havendo redução de 4,4% em relação a agosto. As paradas programadas da P-52 no campo de Roncador e P-19 no campo de Marlim, iniciadas em agosto, foram os principais motivos dessa queda. Em setembro entrou em operação o FPSO Cidade de Anchieta, no campo de Baleia Azul, litoral do Espírito Santo. Essa nova plataforma tem capacidade para produzir até 100 mil bpd quando atingir o seu pico de produção, nos próximos meses.
A produção nacional de gás natural, sem liquefeito, alcançou, em setembro, 60 milhões 343 mil metros cúbicos, 0,3% acima do volume produzido em agosto.
No exterior, a produção média exclusiva de petróleo, em setembro, chegou a 148.499 barris/dia, correspondendo a um aumento de 0,9% na comparação com o mês anterior. A produção de gás natural chegou a 17 milhões 216 mil metros cúbicos/dia, com crescimento de 11,2% com relação a agosto. O aumento da produção de petróleo e gás natural no exterior foi devido ao início da produção do Campo de Chinook no Golfo do México e maior demanda pelo gás boliviano.
A produção total informada à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) foi de 8.495.401,07 m³ de petróleo e 2.119.682,51 mil m³ de gás em setembro de 2012. Esta produção corresponde à produção total das concessões em que a Petrobras atua como operadora. Não estão incluídos os volumes extraídos do Xisto, LGN e produção de parceiros onde a Petrobras não é operadora.

A produção de petróleo e gás natural da Petrobras no Brasil e no exterior, em setembro, foi, em média, de 2.472.213 de barris de óleo equivalente (boe) por dia. No Brasil, a produção média de foi de 2.222.387 boe/dia, indicando uma redução de 3,7% com relação a agosto.


A produção total da empresa no exterior foi de 249.826 boe/dia, correspondendo a um aumento de 4,8%, comparado com o mês anterior.


Do total produzido no Brasil, 1 milhão 843 mil barris por dia (bpd) foram exclusivamente de petróleo, havendo redução de 4,4% em relação a agosto. As paradas programadas da P-52 no campo de Roncador e P-19 no campo de Marlim, iniciadas em agosto, foram os principais motivos dessa queda. Em setembro entrou em operação o FPSO Cidade de Anchieta, no campo de Baleia Azul, litoral do Espírito Santo. Essa nova plataforma tem capacidade para produzir até 100 mil bpd quando atingir o seu pico de produção, nos próximos meses.


A produção nacional de gás natural, sem liquefeito, alcançou, em setembro, 60 milhões 343 mil metros cúbicos, 0,3% acima do volume produzido em agosto.


No exterior, a produção média exclusiva de petróleo, em setembro, chegou a 148.499 barris/dia, correspondendo a um aumento de 0,9% na comparação com o mês anterior. A produção de gás natural chegou a 17 milhões 216 mil metros cúbicos/dia, com crescimento de 11,2% com relação a agosto. O aumento da produção de petróleo e gás natural no exterior foi devido ao início da produção do Campo de Chinook no Golfo do México e maior demanda pelo gás boliviano.


A produção total informada à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) foi de 8.495.401,07 m³ de petróleo e 2.119.682,51 mil m³ de gás em setembro de 2012. Esta produção corresponde à produção total das concessões em que a Petrobras atua como operadora. Não estão incluídos os volumes extraídos do Xisto, LGN e produção de parceiros onde a Petrobras não é operadora.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar