acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Setor Naval

Em defesa da MP 177

18/06/2004 | 00h00

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) informou que vai se reunir com entidades e empresários do setor naval, na próxima segunda-feira (21/06), no Sindarma - Sindicato dos Armadores, para trabalhar contra a possibilidade do veto da MP 177. A medida depende agora de sanção presidencial. "O problema é o Ministério da Fazenda está mais disposto a vetar o Fundo Garantidor (FGIN) e o benefício ao armador por construir novos navios. Com isso, eles praticamente derrubam a MP", resume a deputada.
A constituição do Fundo Garantidor da Indústria Naval (FGIN) consiste no repasse de R$ 400 milhões do FMM ao FGIN, com a finalidade de dar garantia à cobertura aos riscos de crédito e de construção em empreendimentos navais. "Esse valor pode não ser usado nunca, mas ele é um impulso aos projetos porque é um dinheiro praticamente entregue na mão da entidade financiadora", explica Feghali, que defendeu a necessidade de incentivar a indústria naval, por esta ser uma vocação do Brasil, ser uma indústria de mão-de-obra intensiva e porque o País precisa reduzir a evasão de divisas decorrente do afretamento de navios estrangeiros. 
Jandhira Feghali foi madrinha da navio tanque (NT) Serra Polar, que foi incorporado à frota da Navegação São Miguel, do Grupo Brasbunker, nesta quinta-feira (17/06). O navio, de US$ 13 milhões, foi financiado pelo Fundo da Marinha Mercante (FMM) e construído no estaleiro ETN, de Belém (PA). Os próximos projetos da Navegação São Miguel são a construção de quatro conjuntos de chata e rebocador.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar