acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Em Abu Dhabi, CNI representará indústria brasileira em cúpula internacional sobre o futuro da manufatura

15/02/2017 | 13h36

Enquanto as transformações digitais reiventam a economia global, o Brasil tem a oportunidade de intensificar o uso de tecnologias na manufatura para criar novos empregos e transformar radicalmente o setor industrial. Essa é a percepção do organizadores do Global Manufacturing and Industrialization Summit (GMIS), fórum transnacional sobre o futuro da indústria, que será realizado pela primeira vez neste ano, entre os dias 27 e 30 de março, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Recentemente, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) assinou um memorando de cooperação com o GMIS e representará a indústria nacional no debate. O acordo prevê a cooperação entre as instituições para explorar como a 4ª Revolução Industrial pode ajudar a transformar a indústria do Brasil. A parceria também servirá para compartilhar as oportunidades criadas na cadeia global de valor dos participantes e parceiros do GMIS.

Debate

Em dezembro passado, representantes do GMIS e da indústria, governo e academia brasileira se reuniram no escritório da CNI em São Paulo para discutir como as tecnologias digitais impactarão a indústria, os profissionais e a competitividade da economia do Brasil. "Essas novas tecnologias relacionadas à 4ª Revolução Industrial já estão afetando o Brasil, portanto, é fundamental ampliarmos a discussão sobre como explorar as oportunidades", afirmou o diretor de Política e Estratégia da CNI, José Augusto Coelho Fernandes.

CEO da empresa aeronáutica Strata e representante do GMIS, Badr Al-Olama explicou que o evento busca encontrar diretrizes globais para o desenvolvimento da indústria. "Esperamos que a discussão chegue a algumas conclusões sobre o futuro da manufatura, quais políticas e processos precisam acontecer para garantir que toda a comunidade global se beneficie dos avanços não apenas hoje, como no futuro", disse.

O GMIS

O GMIS é promovido pelo Ministério de Economia dos Emirados Árabes Unidos e pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) em colaboração com o Conselho da Agenda Global do Fórum Econômico Mundial sobre o Futuro da Indústria. Ele será realizado na Universidade Paris-Sorbonne de Abu Dhabi e reunirá empresários, governantes e representantes da sociedade civil para discutir o futuro da manufatura, sobretudo no papel transformador da tecnologia no desenvolvimento industrial sustentável e inclusivo. São esperados mais de 1,2 mil delegados de todo mundo. A expectativa é que o encontro aconteça a cada dois anos, em cidades diferentes.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar