acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Eletronuclear participa de simpósio latino-americano

25/06/2013 | 11h35

 

Até a sexta-feira (28), a Seção Latino-Americana da Sociedade Nuclear Americana (LAS-ANS) realiza, em Buenos Aires, na Argentina, simpósio sobre a escolha de sítios para a construção de novas usinas nucleares e de instalações de combustível irradiado. O evento, que conta com a participação de colaboradores da Eletrobras Eletronuclear, tem apoio da Comissão Nacional de Energia Atômica (Cnea), da Argentina; da Associação Argentina de Tecnologia Nuclear (AATN); e do Conselho Internacional das Sociedades Nucleares (INSC, na sigla em inglês).
Além de discutir o tema principal, o simpósio tem como objetivo traçar um panorama da energia nuclear no mundo, principalmente levando em conta as consequências do acidente de Fukushima. Também serão debatidos assuntos como os desafios futuros do setor nuclear, a indústria nuclear na América Latina; e aplicações nucleares na medicina.
Nesta terça-feira (25), o presidente da LAS/ANS e diretor Técnico da Eletronuclear, Luiz Soares, participa de painel sobre o impacto do acidente de Fukushima nos programas nucleares em todo o mundo. No mesmo dia, a engenheira Ruth Soares Alves, da Gerência de Planejamento Estratégico - que também é presidente da Associação Brasileira de Energia Nuclear (Aben) - integra painel sobre a segurança em reatores de pesquisa.
Ainda na terça-feira, o engenheiro Itacy Nunes, assessor especial da Diretoria Técnica da Eletronuclear, participa de painel sobre instalações de armazenamento de elementos combustíveis irradiados. Na quinta-feira (27), o assistente da Diretoria Técnica, Fernando Henning, faz palestra sobre a experiência brasileira na construção e operação de usinas nucleares.
Simulador de Angra 1
No último dia do evento, S.C Miano, apresenta trabalho sobre modelos matemáticos para as novas usinas nucleares no Brasil. Também na sexta-feira, haverá uma apresentação da empresa Tecnatom Argentina sobre o desenvolvimento do simulador de Angra 1.
O simpósio também contará com a participação de especialistas de entidades como a Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen), do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), da Nuclep, da Coppe/UFRJ, da USP e da Uerj, entre outras instituições brasileiras e estrangeiras.

Até a sexta-feira (28), a Seção Latino-Americana da Sociedade Nuclear Americana (LAS-ANS) realiza, em Buenos Aires, na Argentina, simpósio sobre a escolha de sítios para a construção de novas usinas nucleares e de instalações de combustível irradiado. O evento, que conta com a participação de colaboradores da Eletrobras Eletronuclear, tem apoio da Comissão Nacional de Energia Atômica (Cnea), da Argentina; da Associação Argentina de Tecnologia Nuclear (AATN); e do Conselho Internacional das Sociedades Nucleares (INSC, na sigla em inglês).


Além de discutir o tema principal, o simpósio tem como objetivo traçar um panorama da energia nuclear no mundo, principalmente levando em conta as consequências do acidente de Fukushima. Também serão debatidos assuntos como os desafios futuros do setor nuclear, a indústria nuclear na América Latina; e aplicações nucleares na medicina.


Nesta terça-feira (25), o presidente da LAS/ANS e diretor Técnico da Eletronuclear, Luiz Soares, participa de painel sobre o impacto do acidente de Fukushima nos programas nucleares em todo o mundo. No mesmo dia, a engenheira Ruth Soares Alves, da Gerência de Planejamento Estratégico - que também é presidente da Associação Brasileira de Energia Nuclear (Aben) - integra painel sobre a segurança em reatores de pesquisa.


Ainda na terça-feira, o engenheiro Itacy Nunes, assessor especial da Diretoria Técnica da Eletronuclear, participa de painel sobre instalações de armazenamento de elementos combustíveis irradiados. Na quinta-feira (27), o assistente da Diretoria Técnica, Fernando Henning, faz palestra sobre a experiência brasileira na construção e operação de usinas nucleares.



Simulador de Angra 1


No último dia do evento, S.C Miano, apresenta trabalho sobre modelos matemáticos para as novas usinas nucleares no Brasil. Também na sexta-feira, haverá uma apresentação da empresa Tecnatom Argentina sobre o desenvolvimento do simulador de Angra 1.


O simpósio também contará com a participação de especialistas de entidades como a Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen), do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), da Nuclep, da Coppe/UFRJ, da USP e da Uerj, entre outras instituições brasileiras e estrangeiras.

 



Fonte: Ascom Eletronuclear
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar