acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Angra I e II

Eletronuclear decide manter usinas funcionando

04/01/2010 | 11h23

Temendo um acidente mais grave, o prefeito de Angra dos Reis, Artur Jordão, pediu à Eletronuclear que desligasse temporariamente as usinas nucleares no município. O prefeito teme que, em um eventual acidente nuclear, não haja como evacuar a população já que a BR-101, que liga Angra ao Rio, estava totalmente interditada até o início da manhã de ontem e foi liberada em meia pista no meio da tarde. No entanto, a empresa decidiu mantê-las ligadas.

 

Segundo comunicado divulgado pela Eletronuclear, as usinas não oferecem risco à cidade já que num plano emergencial mais crítico, seria necessária a evacuação da população que mora num raio de 15 quilômetros do complexo de Angra 1 e 2, o que não atingiria o centro da cidade. Além disso, a continuação da mesma rodovia que liga à usina à Parati e ao Estado de São Paulo não está interrompida.

 

Na nota, assinada pelo presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, a empresa explica que usinas estão funcionando a plena carga e, por isso, são responsáveis por 40% do abastecimento de energia do Estado do Rio. Othon Luiz Pinheiro da Silva afirma que "desligar as usinas sem uma real necessidade técnica seria um ato de gestão irresponsável, dada sua importante contribuição ao funcionamento do Sistema Elétrico Interligado Nacional".

 

A empresa afirma, porém, que é possível desligar com segurança as usinas a qualquer momento, desde que seja detectada a necessidade com base em critérios técnicos. A Eletronuclear ainda explica que está dando apoio ao trabalho de resgate fornecendo refeições, máquinas, ônibus e mantendo de prontidão o hospital que patrocina.

Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar