acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Reconhecimento

Eletrobras Eletronorte é reconhecida com prêmio FNQ

28/10/2011 | 10h30
A Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) anunciou ontem (27) as empresas reconhecidas com o Prêmio Nacional da Qualidade®. Numa conquista inédita, a Eletrobras Eletronorte venceu todos os critérios do PNQ 2011 por meio da Superintendência de Geração Hidráulica.

Segundo o superintendente-geral da FNQ, Jairo Martins, a pontuação das empresas reconhecidas tem subido, culminando em 2011 com a média mais alta já obtida. “As empresas claramente têm evoluído em suas práticas de gestão e, como consequência, o número de reconhecimentos em 2011 foi mais alto. Até mesmo o número de empresas visitadas pelos examinadores foi maior”, explica.

A empresa já havia conquistado mérito em alguns critérios em edições anteriores, mas no PNQ 2011, ficou entre as quatro reconhecidas em todos os critérios, que incluem: Liderança, Estratégias e Planos, Clientes, Sociedade, Informações e Conhecimento, Pessoas, Processos e Resultados. O Prêmio reconhece empresas de nível Classe Mundial e ocupa uma posição central dentro dos esforços da FNQ de ser um Centro de Referência de Classe Mundial sobre Excelência em Gestão.

O diretor de Operação da Eletrobras Eletronorte, Wady Charone Junior, participou do anúncio, em São Paulo. Segundo ele, desde 1998 a empresa vem estabelecendo os critérios da FNQ. “Este é um processo longo, onde é fundamental formar uma crença não apenas por parte dos líderes e dirigentes, mas em toda a força de trabalho. A premiação é reflexo de uma mudança cultural que demanda tempo. Hoje, a Empresa, por meio da Superintendência de Geração Hidráulica, está num patamar superior de excelência em gestão”.

Charone disse ainda que a formação de equipes sistêmicas que podem atuar em várias unidades geradoras, bem como em novos empreendimentos, é um diferencial que agrega os talentos. “Adotar um trabalho sistêmico é sinônimo de uma maior qualificação com o objetivo de diminuir custos, gerar um produto mais competitivo e sustentável”, afirmou o diretor.

Para Antonio Augusto Bechara Pardauil, superintendente de Geração Hidráulica, conquistar o prêmio máximo de excelência em gestão, obtendo as maiores pontuações, mostra um amadurecimento contínuo. “Ter esse reconhecimento justamente no aniversário de 20 anos da FNQ é uma emoção enorme, pois é um ciclo que se completa. Participamos da FNQ desde o seu nascimento. Essa constatação, adicionada ao fato de sermos uma empresa pública, é muito significativa, pois mostra a nossa evolução constante. Agora o nosso desafio é consolidar o processo de excelência em toda a Eletrobras Eletronorte e levá-lo às demais empresas do Sistema Eletrobras”, disse. Segundo Pardauil, os critérios Liderança e Pessoas são fundamentais, uma vez que as lideranças definem o rumo dos processos e as pessoas são ferramentas fundamentais para obter as melhores práticas. “Hoje somos uma Empresa forte, com um produto melhor e um preço mais competitivo”, concluiu.

Em nota, a diretoria registrou que a Eletrobras Eletronorte mostra ao Brasil que o caminho para a excelência pode estar, sim, em uma empresa estatal, comprometida com o país e com sua gente. “Mostra que os desafios são grandes, mas que a nossa capacidade e competência são ainda maiores. Que este inédito Prêmio Nacional de Qualidade seja um marco no nosso caminho para a excelência e a sustentabilidade”, afirma a nota.


PNQ 2011

A edição 2011 do PNQ tem 15 organizações reconhecidas, o maior número desde sua primeira edição, em 1992. São quatro empresas premiadas em 2011: Rio Grande Energisa (RS), CPFL Paulista (SP), Companhia Energética do Ceará (CE) e a Eletrobras Eletronorte, por meio de sua Superintendência de Geração Hidráulica, reconhecidas por sua gestão excelente, aliada a um processo contínuo de melhoria e adaptação às demandas do mercado.

Além das premiadas, o PNQ reconheceu também cinco empresas finalistas, que alcançaram bons resultados e podem ser consideradas referenciais em muitas práticas de gestão: Ampla (RJ), Energisa Paraíba (PB), Itaú Private Banking (SP), Suspensys (RS) e Randon Implementos (RS). Nesta edição do PNQ foram 41 candidatas. Dessas, 34 organizações eram de grande porte; duas médias; uma pequena e quatro sem fins lucrativos. Ao todo, foram seis do setor industrial e 35 de serviços.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar