acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Energias renováveis

Eletrobrás e Itaipu assinam parcerias com as Nações Unidas

05/12/2008 | 10h46

Eletrobrás e Itaipu Binacional assinaram memorando nesta quinta-feira (4), em Viena, na Áustria, com a Onudi (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial). O acordo promete multiplicar as experiências bem sucedidas de Itaipu em outros países, principalmente da América Latina, África e Caribe. 

 

A solenidade em Viena, nesta quinta-feira, teve a participação dos dois diretores-gerais de Itaipu: Jorge Samek, pelo lado brasileiro, e Carlos Mateo Balmelli, pelo Paraguai.

 

Entre essas ações de Itaipu, estão o Programa Cultivando Água Boa, desenvolvido nos 29 municípios da bacia do Paraná 3, que prevê a recuperação dos passivos ambientais; o Programa de Geração Distribuída, que visa o aproveitamento de dejetos de suínos, principalmente, para a geração de energia; e o Projeto Veículo Elétrico, em que Itaipu e vários parceiros desenvolvem protótipos de carros elétricos para aperfeiçoar a tecnologia e baratear custos.

 

”Lutar contra o aquecimento global é nosso objetivo comum. Fico feliz porque este documento vai ao encontro do que todos nós buscamos”, disse Kandeh Yunkella, diretor da Onudi, citando reportagem de capa do jornal Herald Tribune (edição de 4/12), que destacava a importância na utilização de dejetos de animais para se produzir energia. "Esta é uma experiência que devemos ter como modelo”, afirmou.

 

Para o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, o conceito de desenvolvimento sustentável é uma opção cada vez mais difundida na comunidade internacional. Samek explica que o documento servirá de base e estímulo para novos empreendimentos que estão surgindo dentro do conceito de “plataforma”, ou seja, desenvolvimento econômico sustentável com equilíbrio e respeito ao meio-ambiente.

 

Durante a solenidade, o diretor de tecnologia da Eletrobrás, Ubirajara Rocha Meira, destacou o novo papel da Eletrobrás como promotora de novidades que agreguem tecnologia e eficiência energética. “Este memorando se coaduna perfeitamente com as novidades em curso na Eletrobrás. Esta é a filosofia pela qual queremos trabalhar muito”, disse Rocha Meira, para quem o acordo  assinado será um grande atrativo para negócios para muita gente, especialmente pela credibilidade que a Onudi possui na área de energia.

 

A idéia do protocolo surgiu durante o encerramento do Fórum Global de Energias Renováveis em maio passado, em Foz do Iguaçu (PR), por representantes de vários países, que concordaram em envidar esforços visando reduzir os efeitos nocivos da poluição e do aquecimento global no planeta. Em 2009, novos encontros ocorrerão na Áustria e outro no México.



Fonte: Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar