acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

Electric Dreams fecha parceria com CPqD para projeto de carro elétrico

04/09/2014 | 12h26
Electric Dreams fecha parceria com CPqD para projeto de carro elétrico
Divulgação Eletric Dreams - Créditos: Fábio Guillaumon Divulgação Eletric Dreams - Créditos: Fábio Guillaumon

 

A Electric Dreams, empresa incubada da Incubadora de Negócios, gerida pelo CECOMPI – Centro para Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista, foi destaque no mês de agosto com a assinatura de uma parceria com o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD). A parceria conta ainda com o apoio do BNDES Fundo Tecnológico (BNDES Funtec).
A Electric Dreams está desenvolvendo o projeto de um carro esportivo elétrico de altíssimo desempenho, que utiliza diversas tecnologias derivadas da indústria aeroespacial. 
A participação do CPqD será no desenvolvimento de um elemento essencial para o esportivo: o sistema de armazenamento de energia (bateria).
O desenvolvimento deste subsistema do veículo será financiado com um aporte de R$ 6,3 milhões do BNDES Funtec. Dentre os desempenhos do veículo, merecem ser citados a aceleração de 0 a 100Km/h em menos de três segundos e sua autonomia de 400 km, minimizando um dos principais desafios de um veículo elétrico, a infraestrutura para recarga da bateria. 
O novo veículo deverá chegar ao mercado em 2016.
Entre vários outros recursos, o modelo terá ainda sensores que enviarão dados ao sistema de controle para possíveis correções de trajetória do carro, tornando o veículo ainda mais seguro. A incubada aposta na tecnologia e na alta performance para que o modelo conquiste um público seleto de consumidores de esportivos de alto poder aquisitivo.
A bateria desenvolvida pelo CPqD será hibrida, combinando tecnologias avançadas de lítio e ultracapacitores. O centro também irá responder pelo inversor, sistema que controla o motor nas rodas.
"Este tipo de parceria mostra a capacidade do empreendedor brasileiro no desenvolvimento de novas tecnologias de ponta, e consolida a importância do ambiente de incubadoras", comenta Alexandre Barros, coordenador da Incubadora de Negócios do CECOMPI.

A Electric Dreams, empresa incubada da Incubadora de Negócios, gerida pelo CECOMPI – Centro para Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista, foi destaque no mês de agosto com a assinatura de uma parceria com o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD). A parceria conta ainda com o apoio do BNDES Fundo Tecnológico (BNDES Funtec).

A Electric Dreams está desenvolvendo o projeto de um carro esportivo elétrico de altíssimo desempenho, que utiliza diversas tecnologias derivadas da indústria aeroespacial. 

A participação do CPqD será no desenvolvimento de um elemento essencial para o esportivo: o sistema de armazenamento de energia (bateria).

O desenvolvimento deste subsistema do veículo será financiado com um aporte de R$ 6,3 milhões do BNDES Funtec.

Dentre os desempenhos do veículo, merecem ser citados a aceleração de 0 a 100Km/h em menos de três segundos e sua autonomia de 400 km, minimizando um dos principais desafios de um veículo elétrico, a infraestrutura para recarga da bateria. 

O novo veículo deverá chegar ao mercado em 2016.

Entre vários outros recursos, o modelo terá ainda sensores que enviarão dados ao sistema de controle para possíveis correções de trajetória do carro, tornando o veículo ainda mais seguro.

A incubada aposta na tecnologia e na alta performance para que o modelo conquiste um público seleto de consumidores de esportivos de alto poder aquisitivo.

A bateria desenvolvida pelo CPqD será hibrida, combinando tecnologias avançadas de lítio e ultracapacitores.

O centro também irá responder pelo inversor, sistema que controla o motor nas rodas.

"Este tipo de parceria mostra a capacidade do empreendedor brasileiro no desenvolvimento de novas tecnologias de ponta, e consolida a importância do ambiente de incubadoras", comenta Alexandre Barros, coordenador da Incubadora de Negócios do CECOMPI.



Fonte: Redação/ Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar