acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Elétrica

Eduardo Braga: Brasil começa a entrar em ciclo de redução de tarifas de energia elétrica

12/08/2015 | 11h09

 

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, destacou nesta terça-feira (11), durante o lançamento do Programa de Investimento em Energia Elétrica (PIEE), no Palácio do Planalto, que a continuidade dos investimentos de longo prazo garantem um ciclo de redução do custo de geração elétrica, que resulta na redução do custo da tarifa para o consumidor.
“O Brasil começa a entrar novamente em um ciclo de redução de tarifas. Fizemos o desligamento, no último sábado [dia 8], de 2 mil megawatts médios de geração térmica, cujo custo unitário estava acima de R$ 600. Máquinas que geravam energia com alto custo e desligamos sábado passado. Isso implica em economia de R$ 5 a 6 bilhões de no custo da geração”, previu ele.
Eduardo Braga salientou ainda a importância do planejamento de longo prazo do setor elétrico, que vem sendo feito pelo governo federal. Segundo ele, a economia brasileira depende de energia abundante, confiável e a preços competitivos para assegurar empregos tornar o sistema elétrico ainda mais robusto, além dos custos declinantes, para tornar os produtos mais competitivos com o mercado internacional.
“É esta a mensagem principal que estamos dando com o programa: estamos dizendo que o Brasil continua investindo em geração e em transmissão de energia elétrica, sem nenhuma pausa (…), assim ajudando a indústria a alcançar a desejada competitividade para nossos produtos”, disse.

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, destacou nesta terça-feira (11), durante o lançamento do Programa de Investimento em Energia Elétrica (PIEE), no Palácio do Planalto, que a continuidade dos investimentos de longo prazo garantem um ciclo de redução do custo de geração elétrica, que resulta na redução do custo da tarifa para o consumidor.

“O Brasil começa a entrar novamente em um ciclo de redução de tarifas. Fizemos o desligamento, no último sábado [dia 8], de 2 mil megawatts médios de geração térmica, cujo custo unitário estava acima de R$ 600. Máquinas que geravam energia com alto custo e desligamos sábado passado. Isso implica em economia de R$ 5 a 6 bilhões de no custo da geração”, previu ele.

Eduardo Braga salientou ainda a importância do planejamento de longo prazo do setor elétrico, que vem sendo feito pelo governo federal. Segundo ele, a economia brasileira depende de energia abundante, confiável e a preços competitivos para assegurar empregos tornar o sistema elétrico ainda mais robusto, além dos custos declinantes, para tornar os produtos mais competitivos com o mercado internacional.

“É esta a mensagem principal que estamos dando com o programa: estamos dizendo que o Brasil continua investindo em geração e em transmissão de energia elétrica, sem nenhuma pausa (…), assim ajudando a indústria a alcançar a desejada competitividade para nossos produtos”, disse.

 



Fonte: MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar