acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Bolívia

Dutos voltarão operar este fim de semana

13/04/2006 | 00h00

Os três dutos situados na região boliviana do Chaco que sofreram rupturas na semana passada estão em etapa de provas e deverão retomar seu funcionamento na manhã de sábado (15/04), disse a BNamericas um porta-voz da petroleira estatal YPFB.

No dia 2 de abril, uma enchente provocada por intensas chuvas ocasionou a ruptura de um oleoduto e de duas tuberias de gás natural na zona da quebrada de Los Monos.
 
Os dutos, operados pela firma local de transportes Transredes e pela energética federa brasileira, Petrobras, levam hidrocarbonetos desde os campos bolivianos de San Alberto e Margarita.

O oleoduto transporta crudo às refinarias de Santa Cruz e Cochabamba, onde produzem diesel, gasolina, querosene de aviação e outros derivados, segundo o serviço governamental de notícias, ABI.

Os dutos de gás natural transportarm este combustível a Villamonte desde onde se redirige até Brasil e Argentina.

Em função do acidente, a Bolívia se viu obrigada a recortar as exportações a exportações ao Brasil de 26 milhões de m³ por dia a 21 milhões de m³ diários, segundo um comunidado do governo.

Bolívia também teve que deter as exportações de gás à Argentina, que chegam cerca de 5 milhões de m³ por dia, a fim de cumprir com os níveis de exportação dos contratos com Brasil, se lê no comunicado.

"É preciso recordar que nosso compromisso com a Argentina é temporal, enquanto com o Brasil é um acordo para 20 anos. São convênios diferentes e por isso podemos tomar a liberdade de cortar com Argentina", informou o diário argentino La Nación, citando o presidente da YPFB, Jorge Alvarado.

Segundo o regulador de hidrocarbonetos, se esperava retomar a exportação de gás à Argentina no dia 12 de abril, indicou o porta-voz da YPFB.

A queda nos envios de gás boliviano à Argentina reduziu, por sua vez na terça-feira, os envios provenientes deste país para as geradoras elétricas do Norte Grande de Chille, informou o diário chileno El Mercurio.



Fonte: BNamericas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar