acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Aquisição

Downstream: a Shell Argentina é vendida para a Raízen Combustíveis

24/04/2018 | 08h44

Raízen Combustíveis e sua subsidiária Raízen Argentina Holdings, ambas sociedades do Grupo Raízen de empresas, assinaram contrato para aquisição do negócio de downstream (“DS”) da Shell na Argentina, por meio da aquisição de 100% das ações de emissão da Shell Compañía Argentina de Petróleo S.A. e da Energina Compañía Argentina de Petróleo S.A. (“Companhias Adquiridas”), todas ações de titularidade da Shell Overseas Investments B.V. e da B. V. Dordtsche Petroleum Maatschappij. As Companhias Adquiridas atuam na Argentina nos negócios de refino de petróleo; distribuição de combustíveis; operação de postos revendedores de combustíveis; fabricação e comercialização de lubrificantes automotivos e industriais; e fabricação e comercialização de gás liquefeito de petróleo (GLP), entre outros.

O valor de aquisição das Companhias Adquiridas totaliza US$ 950 milhões e a Shell continuará presente no mercado de DS da Argentina como acionista da Raízen. O referido valor assume que as Companhias Adquiridas não possuem endividamento e está sujeito a ajustes de variações de capital de giro e pelo montante de dívida líquida no fechamento.

Após a Raízen assumir o negócio de DS na Argentina, as Companhias Adquiridas celebrarão diversos contratos com empresas do Grupo Shell, em condições de mercado, incluindo um acordo de suprimento para importação de hidrocarbonetos e a licença da marca Shell na Argentina.

A consumação da Transação está sujeita à concretização de determinadas condições precedentes, dentre as quais o carve out dos ativos relacionados à operação de exploração e produção de petróleo, bem como outras usuais para operações desta natureza.

Shell Argentina - A operação de DS da Shell na Argentina conta com uma rede de 645 postos de combustíveis com venda de aproximadamente 6 bilhões de litros/ano, ocupando o segundo lugar no mercado com aproximadamente 20% de participação. A Transação também contempla uma refinaria, uma planta de lubrificantes, três terminais terrestres, dois terminais de abastecimento de aeroportos e cinco plantas de envasamento de GLP. As Companhias Adquiridas registraram receitas líquidas de US$ 3,3 bilhões (proforma considerando os negócios adquiridos) no ano fiscal terminado em dezembro de 2017.

Racional da Aquisição - No Brasil, a Raízen Combustíveis está presente em 68 aeroportos, 68 terminais de distribuição de combustíveis e distribui aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis por ano por meio de mais de 6.200 postos de combustíveis sob a marca Shell e aproximadamente 950 lojas de conveniência Shell Select no país.

Esta Transação representa uma oportunidade importante de crescimento para a Raízen, ampliando e replicando seu modelo de sucesso implementado no Brasil. A Transação também fortalece o negócio das Companhias Adquiridas e a marca Shell na Argentina, além de permitir sinergias operacionais, financeiras e de marketing.

Institucional



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar