acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Política

Dilma: país vai bater recorde de produção de energia em 2013

30/01/2013 | 09h55

 

A presidente Dilma Rousseff afirmou na terça-feira (29) que o país vai registrar recorde em produção de energia elétrica em 2013, ao inaugurar o Parque Eólico Barra dos Coqueiros, localizado no município de Barra dos Coqueiros, região metropolitana de Aracaju, em Sergipe.
“Este ano nós vamos bater um recorde. Vai ser o ano que mais energia vai entrar na nossa matriz [energética]. De geração de energia serão 8.500 megawatts”, disse. Além disso, a presidente anunciou que o país vai dobrar a produção de energia atual, de 121 mil megawatts, em 15 anos. "É uma tarefa gigantesca para o Brasil".
A presidente disse ainda que serão instalados 7.400 quilômetros de linhas de transmissão de energia elétrica, para que haja distribuição de energia entre os estados do país. “Este país continental é cortado de Norte a Sul por linhas de transmissão. Quando falta energia em um estado, transmite aquele que tem sobrando para aquele estado e vice-versa”, explicou.
“Nós introduzimos energia eólica, energia térmica, de origem a gás. Introduzimos uma diversificação na biomassa, expandimos a [energia] nuclear. Criamos uma diversidade de fontes: água, vento, diesel, gás, carvão e energia nuclear. Dessa forma, nós melhoramos a segurança da matriz energética brasileira”, ressaltou.
O parque eólico inaugurado hoje é constituído por 23 unidades aerogeradoras totalizando 34,5 megawatts de capacidade instalada e 10,5 megawatts médios de garantia física de energia. Segundo o governador de Sergipe, Marcelo Déda, o parque eólico tem a capacidade de gerar energia para atender demanda de 120 mil habitantes e está sendo construído em uma área de 300 hectares.
Dilma Rousseff voltou a falar sobre a redução na conta de luz, que já está em vigor, e descartou risco de racionamento de energia no país. “O Brasil tem energia suficiente para crescer. E se pessoas, talvez mal informadas, desavisadas, disseram que ia ter racionamento, elas estão completamente equivocadas. E inclusive eu asseguro a vocês que vão parar de falar isso, contra a realidade. Contra fatos não há argumentos, já dizia o povo. A conta de luz vai ser reduzida, sim. E segundo, não vai faltar energia para esse país crescer”, disse.
Também em Barra dos Coqueiros, a presidente entregou 20 retroescavadeiras para 20 municípios sergipanos com até 50 mil habitantes. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), as máquinas, que custaram R$ 3,5 milhões, devem beneficiar aproximadamente 107 mil moradores da área rural.

A presidente Dilma Rousseff afirmou na terça-feira (29) que o país vai registrar recorde em produção de energia elétrica em 2013, ao inaugurar o Parque Eólico Barra dos Coqueiros, localizado no município de Barra dos Coqueiros, região metropolitana de Aracaju, em Sergipe.


“Este ano nós vamos bater um recorde. Vai ser o ano que mais energia vai entrar na nossa matriz [energética]. De geração de energia serão 8.500 megawatts”, disse. Além disso, a presidente anunciou que o país vai dobrar a produção de energia atual, de 121 mil megawatts, em 15 anos. "É uma tarefa gigantesca para o Brasil".


A presidente disse ainda que serão instalados 7.400 quilômetros de linhas de transmissão de energia elétrica, para que haja distribuição de energia entre os estados do país. “Este país continental é cortado de Norte a Sul por linhas de transmissão. Quando falta energia em um estado, transmite aquele que tem sobrando para aquele estado e vice-versa”, explicou.


“Nós introduzimos energia eólica, energia térmica, de origem a gás. Introduzimos uma diversificação na biomassa, expandimos a [energia] nuclear. Criamos uma diversidade de fontes: água, vento, diesel, gás, carvão e energia nuclear. Dessa forma, nós melhoramos a segurança da matriz energética brasileira”, ressaltou.


O parque eólico inaugurado hoje é constituído por 23 unidades aerogeradoras totalizando 34,5 megawatts de capacidade instalada e 10,5 megawatts médios de garantia física de energia. Segundo o governador de Sergipe, Marcelo Déda, o parque eólico tem a capacidade de gerar energia para atender demanda de 120 mil habitantes e está sendo construído em uma área de 300 hectares.


Dilma Rousseff voltou a falar sobre a redução na conta de luz, que já está em vigor, e descartou risco de racionamento de energia no país. “O Brasil tem energia suficiente para crescer. E se pessoas, talvez mal informadas, desavisadas, disseram que ia ter racionamento, elas estão completamente equivocadas. E inclusive eu asseguro a vocês que vão parar de falar isso, contra a realidade. Contra fatos não há argumentos, já dizia o povo. A conta de luz vai ser reduzida, sim. E segundo, não vai faltar energia para esse país crescer”, disse.


Também em Barra dos Coqueiros, a presidente entregou 20 retroescavadeiras para 20 municípios sergipanos com até 50 mil habitantes. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), as máquinas, que custaram R$ 3,5 milhões, devem beneficiar aproximadamente 107 mil moradores da área rural.

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar