acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bacia de Campos

Devon deve iniciar em julho operações no campo de Polvo

15/01/2007 | 00h00

Dez anos após a abertura do mercado brasileiro de petróleo, o País terá, pela primeira vez, um projeto de produção de grande porte totalmente privado. A norte-americana Devon prevê para julho o início das operações do campo de Polvo, na Bacia de Campos, de onde vai extrair 50 mil barris por dia.
O campo de Polvo foi descoberto há dois anos, em uma área exploratória arrematada pela Devon e pela petroleira sul-coreana SK na 2ª Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP), em 2000. Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP) há, no local, quatro reservatórios com 348 milhões de barris de petróleo, dos quais, segundo o mercado, cerca de 100 milhões são recuperáveis. Há ainda 575 milhões de metros cúbicos de gás natural, que serão usados como combustível na plataforma.
Por se tratar de um campo pequeno, a Devon espera concluir as operações em Polvo já em 2012 - período curto, se comparado aos 20 de vida útil de alguns projetos da Petrobras. A companhia informou que ainda não decidiu o que fazer com a produção, que pode ser vendida à Petrobras ou enviada ao mercado internacional. Analistas acreditam que a segunda opção é mais provável, uma vez que a estatal brasileira não tem interesse em comprar óleo do tipo pesado, como o existente nas reservas da companhia americana.



Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar