acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Eólica

Desenvix assina primeiro empréstimo com o China Development Bank

26/09/2012 | 16h04

A Desenvix Energias Renováveis S/A assinou um contrato de empréstimo de R$ 98,7 milhões com o China Development Bank (CDB), com pagamento em 15 anos, para financiamento do Parque Eólico de Barra dos Coqueiros, que fica na região metropolitana de Aracaju (Sergipe). Este é o primeiro Project Finance desenvolvido pelo CDB, que formatou o produto em dez meses e agora vai usá-lo como modelo para outros potenciais clientes. A liberação do empréstimo ocorrerá em um prazo de até 30 dias a contar da assinatura do contrato e o empréstimo está atrelado à variação da LIBOR mais spread.

 

A cerimônia de assinatura foi realizada em Pequim, no dia 10 de setembro. José Antunes Sobrinho, presidente da Desenvix, estava acompanhado pelo diretor Liu Ming. Também estavam presentes o presidente e CEO da Sinovel, Wei Wenyuan; o vice-presidente, Lecheng Li; o gerente geral DO CDB, Xu Ming; o vice-gerente geral da CDB Pequim, Jiang Daozhen, e o diretor Fan Haibin.

 

Para o Parque Eólico de Barra dos Coqueiros, a Desenvix adquiriu 23 turbinas SL1500/82 da empresa chinesa Sinovel, a segunda maior fabricante de aerogeradores do mundo. A Desenvix detém 95% de participação no empreendimento.

 

“Com investimento total de cerca de R$ 123,4 milhões, o parque vai gerar 34,5 megawatts e estará totalmente operante nas próximas semanas. Acreditamos muito no potencial da energia eólica e temos orgulho em fechar grandes negócios como este que irão contribuir para o desenvolvimento deste setor no Brasil”, declara Antunes.

 

Devido à importância do setor de energia eólica, o CDB se dedicou a estruturar um financiamento específico com as características deste tipo de negócio e até montou um time especializado. Segundo o CDB, este é o primeiro projeto com financiamento de um banco chinês na América Latina e é um exemplo de uma cooperação com benefícios mútuos.

 

“Durante os últimos anos, a indústria eólica chinesa se desenvolveu rapidamente e a Sinovel se tornou líder na oferta de equipamentos desde 2008. Damos atenção especial ao mercado global de energia eólica e temos feito esforços para intensificar o processo de internacionalização dos nossos produtos. Vemos o Brasil como a maior economia da América do Sul, rica em recursos eólicos, o que a torna nosso principal mercado para execução de nossa estratégia de internacionalização. Esperamos nos mantermos atuantes neste mercado promissor”, destacou Wenyuan.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar