acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Resultado

Desembolsos do BNDES somam R$ 33,9 bilhões de janeiro a abril

21/06/2011 | 17h17
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 33,9 bilhões de janeiro a abril deste ano, 5% a menos do que foi desembolsado no mesmo período do ano passado. O setor de infraestrutura ficou com a maior fatia das liberações (40%), no primeiro quadrimestre do ano, seguido pela indústria (31%), comércio e serviços (20%) e agropecuária (9%).


Em nota divulgada hoje (21), o BNDES afirma que somente em abril, as liberações atingiram R$ 9 bilhões, mas a cifra também foi inferior à registrada no mesmo mês de 2010. A queda chegou a 14% e foi atribuída, pela própria instituição, ao período de transição entre as etapas 2 e 3 do Programa de Sustentação do Investimento (PSI).


“Em abril passado, entrou em vigor a terceira etapa do PSI, com taxas de juros mais elevadas que as praticadas na segunda etapa, encerrada em 31 de março último”, informa o banco.


De acordo com o BNDES, as micro, pequenas e médias empresas continuam se beneficiando com os desembolsos. Entre janeiro e abril, o banco liberou R$ 15,1 bilhões em financiamentos para o setor, fazendo com que as referidas empresas respondessem por 45% do total dos empréstimos no período, o que corresponde ao volume recorde de 226,3 mil operações de crédito realizadas com empresas de menor porte.


“O Cartão BNDES e o bem-sucedido PSI, prorrogado até o final deste ano, explicam grande parte do resultado. No período, o cartão BNDES realizou 137,6 mil operações, tendo desembolsado R$ 1,9 bilhão em crédito à aquisição de bens e serviços”, informa a nota do banco.


Nos últimos 12 meses encerrados em abril, os desembolsos do BNDES totalizaram R$ 166,7 bilhões, com alta de 14% em relação aos mesmos meses anteriores. No entanto, conforme a instituição, se for excluída a operação de capitalização da Petrobras, ocorrida no ano passado, as liberações de financiamentos no período somaram R$ 141,8 bilhões, 3% a menos do que o resultado dos 12 meses encerrados em abril de 2010.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar