acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Financiamento

Desembolsos do BNDES diminuem no primeiro trimestre, pela primeira vez em cinco anos

17/05/2011 | 09h10
Desembolsos do BNDES diminuem no primeiro trimestre, pela primeira vez em cinco anos
Desembolsos do BNDES diminuem no primeiro trimestre, pela primeira vez ... Desembolsos do BNDES diminuem no primeiro trimestre, pela primeira vez ...
Pela primeira vez, nos últimos cinco anos, os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) recuaram no primerio trimestre. A queda dos investimentos foi 2% em relação a igual período de 2010, somando R$ 24,9 bilhões, de acordo com relatório de desempenho apresentado ontem (16), no Rio de Janeiro, pelo presidente da instituição, Luciano Coutinho.


Segundo Coutinho, a queda, apesar de moderada, é a contribuição do BNDES com o esforço do governo em manter a inflação sob controle, com moderação da expansão do crédito.


“O crédito em geral continua crescendo em taxas em torno de 13% a 14%. Estamos crescendo em taxas abaixo de zero, então estamos contribuindo para moderar a expansão do crédito e contribuindo com o momento de inflexão de expectativa de inflação e moderação do ritmo de crescimento para colocar a inflação outra vez sob controle, em direção à meta de longo prazo”.
 

O relatório também mostra que no acumulado de 12 meses os desembolsos do banco foram equilibrados em R$ 143,1 bilhões. De acordo com o presidente do BNDES a manutenção das contas nos mesmos níveis de 2010 mostra a abertura de espaço para maior participação do mercado privado de capitais no financiamento de longo prazo no país.


Coutinho acrescentou que a expectativa para 2011 é estabilidade no desempenho dos desembolsos, principalmente porque o banco já alcançou, até o ano passado, um patamar muito alto.


“O que não queremos é prejudicar o crescimento dos investimentos, o que seria dar um tiro no pé em matéria de estabilidade de preços no médio prazo. Se você não cria oferta fica impossível conciliar crescimento da demanda. O que queremos é que seja feito num ritmo sustentável. Entendemos que, neste ano, um crescimento do PIB em torno de 4% e o investimento crescendo em torno de 10% é um perfil de crescimento sustentável, compatível com controle de expectativa de inflação e estabilidade em médio prazo”.

Mesmo com o recuo no total de desembolsos da instituição, o relatório mostrou uma alta nas liberações de investimentos para micros, pequenas e médias empresas e pessoas físicas, somando R$ 11,2 bilhões em financiamentos e 160 mil operações.


No primeiro trimestre, foram feitas 98,2 mil operações com o Cartão BNDES, movimentando 81% a mais o volume de recursos registrados no mesmo período do ano passado. As operações registradas com os 390 mil cartões emitidos em todo o país somaram R$ 1,3 bilhão no primeiro trimestre do ano.


No total das operações do banco nestes três primeiros meses, também foram registrados crescimentos das aprovações de crédito (23%, na comparação trimestral), e de enquadramentos (13%) e os destaques entre as aprovações foram os setores de alimentos e bebidas que tiveram alta de 103% e de química e petroquímica com aumento de 129%.
 

Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar