acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Senai 75 anos

Depoimentos comprovam a excelência do Senai

25/01/2017 | 11h43
Depoimentos comprovam a excelência do Senai
Divulgação Divulgação

Ao longo dos últimos 75 anos, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) tem cumprido a missão de promover a educação profissional e o ensino técnico, a inovação e a transferência de tecnologias industriais para aumentar a competitividade da indústria brasileira. Mais de 71 milhões de pessoas se formaram em alguns de seus cursos de aprendizagem, aperfeiçoamento, qualificação, técnicos e até pós-graduação, presencialmente ou a distância.

Políticos, empresários e educadores, além de alunos e instrutores que fazem parte da grande comunidade do SENAI são unânimes em reconhecer a importância e o valor estratégico da instituição para a educação brasileira e para o aumento da competitividade da indústria nacional. A Agência CNI de Notícias reuniu alguns desses depoimentos que pontuam o protagonismo do SENAI na educação profissional.

Cristovam Buarque, senador e ex-ministro da Educação - “Fico feliz pelo resultado do trabalho que o SENAI vem desempenhando, ao longo desses 75 anos, em educação profissional. Parabenizo a instituição por formar trabalhadores em todo território nacional e por ser a prova concreta daquilo que eu venho, há bastante tempo, afirmando: sem educação, não há progresso.”

Fernando Bezerra, empresário e ex-presidente da CNI (1995-2002) - “Fico imaginando o que seria do nosso país se não contasse com o SENAI, quando se exige cada vez mais uma mão de obra qualificada. Certamente teríamos um agravamento da atual crise. Cumprimento a CNI pelos 75 anos do SENAI a serviço do Brasil.”

Armando Monteiro, senador, empresário e ex-presidente da CNI (2002 – 2010) - "Ao longo dos seus 75 anos de existência, o SENAI consolidou-se como um dos cinco maiores Senador Armando Monteirocomplexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina, fornecendo suporte estratégico para o desenvolvimento da nossa indústria. Além de educação profissional e tecnológica, o SENAI cumpriu papel fundamental no estímulo à inovação e à transferência de tecnologia para elevar a competitividade da indústria. Esse acervo de realizações certamente será a base para que o SENAI seja protagonista no enfrentamento dos novos desafios que a era da manufatura avançada nos apresenta. É imperativo que a indústria brasileira seja capaz de dar um salto de competitividade, agregando novas tecnologias e avançando na integração digital das diversas etapas da cadeia de valor. Estou certo de que o SENAI será, mais uma vez, um ativo imprescindível para nossa indústria crescer, inovar e competir."

Renato Janine, educador e ex-ministro da Educação - Pude acompanhar um dos momentos de glória na educação brasileira, que foi quando, na minha gestão como Ministro da Educação, vi o Brasil ser pela primeira vez na história o vencedor, em número de medalhas, da olimpíada do ensino técnico e profissional, a WorldSkills. Essa vitória se deve sobretudo ao SENAI e a seu diretor Rafael Lucchesi, que não só organizaram o evento, sediado em nosso país pela primeira vez, como investiram na formação dos estudantes, garantindo um sucesso que agora é nossa obrigação manter.

Sergio Fagundes, ex-aluno de qualificação na área de eletricidade do SENAI Londrina (PR), hoje empresário e dono da Insight Energy - "É sempre uma honra poder relatar a experiência que transformou minha vida, e esta experiência se chama SENAI. Quando eu era criança, vivia em uma condição de extrema pobreza e devido a isso comecei a trabalhar nas ruas de Londrina (PR) como catador de material reciclável para ajudar no sustento da minha família. Na rua em que eu morava, tinha um vizinho que me parecia levar uma vida boa e fiquei curioso em saber em que ele trabalhava e fiquei sabendo que ele era eletricista. Então, eu pensei: é isso que eu vou ser quando eu crescer. Na primeira oportunidade, aos 16 anos, iniciei os cursos de qualificação no SENAI, sempre na área de eletricidade. Hoje, sou engenheiro eletricista, pós-graduado em Gestão de Projeto, também pelo SENAI, e sou empresário no ramo de energia. Minha empresa trabalha com grandes máquinas elétricas, hidroelétricas, termoelétricas e subestações de até 500 kw. O SENAI transformou a minha vida."



Fonte: Redação/Agência CNI de Notícias
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar