acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Preços

De olho no DoE e no Fed, petróleo amplia ganhos recentes

26/07/2017 | 08h59

Os contratos futuros de petróleo operam em alta nesta manhã, ampliando os fortes ganhos das últimas sessões, após a divulgação de novos dados favoráveis sobre os estoques dos EUA.

No fim da tarde de ontem, o American Petroleum Institute (API) estimou que o volume de petróleo bruto estocado nos EUA sofreu uma forte queda de 10,2 milhões de barris na semana passada.

Nesta manhã, às 11h30 (de Brasília), o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano publica o levantamento oficial. Analistas preveem que o DoE apontará queda de 2,6 milhões nos estoques de petróleo bruto da última semana.

Às 8h10 (de Brasília), o barril do petróleo tipo Brent para setembro avançava 0,50% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 50,45, enquanto o do WTI para o mesmo mês subia 0,73% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 48,24.

Investidores também vão acompanhar mais tarde a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Embora não haja expectativas de que o Fed ajuste sua política, o BC americano poderá dar sinais de quando voltará a aumentar juros ou começar a reduzir seu gigantesco balanço patrimonial. Desde o início do ano, o Fed elevou suas taxas básicas de juros em duas ocasiões.

Nos últimos dias, o petróleo foi impulsionado por notícias que vieram de um encontro realizado por grandes produtores de petróleo na cidade russa de São Petersburgo, na segunda-feira (24). Na ocasião, a Arábia Saudita prometeu limitar suas exportações a 6,6 milhões de barris por dia em agosto e a Nigéria anunciou que não irá produzir mais que 1,8 milhão de barris diários.



Fonte: Dow Jones Newswires, 26/07/2017
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar