acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Navalshore 2012

Cummins lança motor de maior rotação já produzido no mercado global

02/08/2012 | 10h07
Cummins lança motor de maior rotação já produzido no mercado global
Divulgação Divulgação

 

Cummins lança motor de maior rotação já produzido no mercado global
 
01/08/2012 - A Cummins Marine, divisão de Negócios Marítimos da Cummins, promove durante a Navalshore Marintec South America 2012 – Feira e Conferência da Indústria Naval e Offshore, que acontece entre os dias 1º e 3 de agosto, no Centro de Convenções Sulamérica, no Rio de Janeiro (RJ), o lançamento do motor de maior potência em alta rotação já produzido no mercado global, além de um novo gerador de bordo projetado exclusivamente para atender às exigências das aplicações marítimas.
 
De olho no crescimento do mercado offshore, a Cummins Marine coloca no mercado o motor QSK95-M, com rotação de 1.800 rpm. Em aplicações marítimas, o novo produto, de 95 litros e 16 cilindros em V, desenvolve de 3.200 até 4.000 cavalos de potência, ou seja 2.400 kwm a 3.000 kwm.
 
Projetado e desenvolvido na fábrica de motores Cummins Seymour, em Indiana, o QSK-95 foi apresentado oficialmente no final de 2011 e sua produção está prevista para o início de2015. O investimento total para o desenvolvimento do motor e adequação da planta, de acordo com Waldemar Marchetti, diretor Global de Estratégia Offshore, foi de US$ 110 milhões.
 
Ainda de acordo com Marchetti, a produção e o lançamento do novo QSK-95 foram realizados após um longo trabalho de pesquisa com seus clientes, que atuam em diversos mercados e em vários países, para entender quais os produtos precisavam inserir no mercado. “Assim nasceu a necessidade de um motor desta proporção”, afirma o diretor.
 
E para tornar realidade o projeto da Cummins, um total de 150 engenheiros investiram mais de 100 mil horas trabalhadas para a concepção do novo QSK-95. O motor, 100% eletrônico, segue os padrões de qualidade e exigências da empresa e além de atender às mais rigorosas normas de emissões vigentes, IMO Tier II e EPA Tier 2, está preparada também para o IMO Tier III e IMO Tier IV, legislação que só entra em vigor em 2020. “O QSK-95 já nasce para atender às emissões do futuro”, diz Marchetti.
 
Para o mercado marítimo, o QSK-95 chega para atender às demandas de maior potência do mercado offshore, ou seja, empurradores de embarcações em rios, rebocadores portuários, todo tipo de embarcação de suporte a produção e extração de petróleo, geração de energiapara as plataformas FPSO (FloatingProduction Storage and Offloading), cuja função é extrair e/ou armazenar o petróleo.
 
Além do mercado marítimo, o QSK-95 de alta potência pode ser aplicado dos segmentos de óleo e gás, mineração, locomotivas, geradores, entre outros.
Entre as vantagens do novo produto da Cummins, destaque para o menor tamanho e peso quando comparado com outros motores de média rotação e um custo de investimento significativamente menor. “Ao nascer 100% eletrônico, o QSK-95 permite que todas as suascaracterísticas e funções sejam facilmente gerenciadas e, para as aplicações marítimas, o novo motor já sairá com o painel C-Command de série.
 
C-Command – O painel da Cummins foi projetado para auxiliar os operadores marítimos a controlar todos os parâmetros do motor, como gerenciar os custos operacionais, já que é capaz de monitorar todo seu funcionamento, como rotação, consumo de combustível, período de parada paramanutenção e temperatura de óleo e água. Além disso, o C-Command da Cummins permite o monitoramento da embarcação via satélite. “Trata-se de um produto altamente eficaz que auxilia o dia a dia do usuário e trabalha de forma preventiva”, afirma Marchetti.
 
Novo gerador de bordo - A Cummins Marine colocou no mercado mais um produto projetado exclusivamente para atender às exigências das aplicações marítimas. Trata-se de um novo gerador de bordo, modelo Cummins QSM 11-CP, disponível nas potências de 250 kWe e 300 kWe.
 
Desenvolvido, integrado e montado no Centro de Excelência da Cummins, nova instalação localizada em Cingapura, construída para atender especificamente aos produtos e/ou equipamentos do mercado offshore, o novo gerador de bordo chega para ampliar a linha de produtos de geração de energia auxiliar da Cummins.
 
De acordo Marchetti, o novo QSM11-CP permite preencher uma lacuna na faixa de potência de 250 a 300 kWe. Destinado a todo tipo de embarcação, que vai desde barcos cuja finalidade é o transporte de passageiros e de pesca, até navios petroleiros e plataformas flutuantes, o novo gerador QSM 11-CP atende às mais rigorosas normas de emissões vigentes, IMO Tier II e EPA Tier 2, e são classificados por todas as principais empresas certificadoras.
 
Com a função de fornecer energia para toda embarcação, como luzes, luzes de emergência, eletrodomésticos, sistemas eletrônicos, ar-condicionado, ou seja, todos os componentes que necessitam de energia na embarcação, o QSM 11-CP oferece durabilidade, funcionalidade e foi construído para proporcionar maior eficiência e melhor desempenho para a embarcação. O novo gerador de bordo vem completo, incluindo os painéis totalmente integrados e alarmes que atendem aos certificados.
 
Suporte - A Cummins, ao entender a necessidade de prestar suporte ao mercado offshore, investe tanto na parte de serviços quanto na disponibilidade de peças em seu inventário. “Sabemos do grau de responsabilidade que temos junto aos nossos clientes, já que uma embarcaçãoparada é sinônimo de menor faturamento”, afirma Marchetti.
 
Com o intuito de prestar o melhor atendimento e reduzir ao máximo o tempo das embarcações paradas, a Cummins intensifica a cada dia o preparo de sua Rede de Distribuição com treinamentos específicos, elevando o nível técnico de seus profissionais.
 
No território nacional, cobertura indiscutível por toda a costa brasileira, totalizando seis Distribuidores principais posicionados estrategicamente, com escritórios avançados capazes de atender e dar cobertura às frotas e embarcações de toda a costa brasileira e navegação interna, queinclui Norte, Nordeste, Sul e Sudoeste do Brasil, e os demais países da América do sul.
 
O Distribuidor Cummins, localizado no Rio de Janeiro (RJ), ao constatar a necessidade de atender à região de Macaé (RJ), devido ao constante incremento de embarcações equipadas com os motores e geradores Cummins, à elevada quantidade de embarcações e também de alta complexidade tecnológica, implantou um Ponto Avançado com engenheiros preparados e técnicos treinados e especializados para suportar as frotas que atendem ao mercado offshore da região. O atendimento cobre 24 horas por dia e 7 dias por semana.
 
Outra grande ação será realizada pela Cummins no início de setembro deste ano, sendo que o objetivo principal é a preparação dos profissionais para a tecnologia mais avançada que desembarca no País. Um treinamento com um painel simulador do C-Command será aplicado inicialmente para a Rede de Distribuidores Cummins, localizada estrategicamente pela costa brasileira. “Este painel permite capacitar os funcionários a operar todo o sistema, já que simula o gerenciamento total, incluindo eventuais falhas nos motores e geradores. O resultado é agilidade na manutenção e redução de tempo com a embarcação parada.”, afirma Marchetti.
 
Cummins Marine Business– A divisão da negócios da Cummins se concentra no fornecimento de motores Diesel marítimos, sejam mecânicos e/ou eletrônicos que atendem às mais rigorosas normas internacionais de emissões vigentes e com um excelente custo benefício.
 
A diversidade de aplicações para as embarcações é o grande diferencial da Cummins que traz a solução completa para as embarcações, com sua vasta gama de produtos: motores auxiliares de bordo, geradores de emergência e auxiliares, bem como motores de propulsão.
 
Para o mercado marítimo, a Cummins oferece motores de propulsão que vão desde 500 cavalos de potência com 6 cilindros até motores de 60 litros que geram 2.700 hp. Podem equipar desde embarcações offshore como até barcos de pesca, empurradores de rio, entre outros.
Já os motores auxiliares que equipam barcos petroleiros, transporte de cabotagem e contêineres estão disponíveis a partir de 75 kw de 6 cilindros até 1.900 kw de 60 litros. O grupo gerador da Cummins tem potência que varia de 80 kw até 1.825 kw e pode ser utilizado em todas as aplicações que se fizerem necessárias.
 
Preocupados com a demanda requerida de produtos que contenham itens fornecidos por empresas locais, aumentando, portanto, o conteúdo local de seus equipamentos, a Cummins está em fase final de desenvolvimento de geradores de grande para aplicaçA Cummins Marine, divisão de Negócios Marítimos da Cummins, promove durante a Navalshore Marintec South America 2012 – Feira e Conferência da Indústria Naval e Offshore, que acontece entre os dias 1º e 3 de agosto, no Centro de Convenções Sulamérica, no Rio de Janeiro (RJ), o lançamento do motor de maior potência em alta rotação já produzido no mercado global, além de um novo gerador de bordo projetado exclusivamente para atender às exigências das aplicações marítimas.A Cummins Marine, divisão de Negócios Marítimos da Cummins, promove durante a Navalshore Marintec South America 2012 – Feira e Conferência da Indústria Naval e Offshore, que acontece entre os dias 1º e 3 de agosto, no Centro de Convenções Sulamérica, no Rio de Janeiro (RJ), o lançamento do motor de maior potência em alta rotação já produzido no mercado global, além de um novo gerador de bordo projetado exclusivamente para atender às exigências das aplicações marítimas.

A Cummins Marine, divisão de Negócios Marítimos da Cummins, lançou ontem (1) durante a Navalshore 2012 o motor de maior potência em alta rotação já produzido no mercado global, além de um novo gerador de bordo projetado exclusivamente para atender às exigências das aplicações marítimas.



De olho no crescimento do mercado offshore, a Cummins Marine coloca no mercado o motor QSK95-M, com rotação de 1.800 rpm. Em aplicações marítimas, o novo produto, de 95 litros e 16 cilindros em V, desenvolve de 3.200 até 4.000 cavalos de potência, ou seja 2.400 kwm a 3.000 kwm.


 
Projetado e desenvolvido na fábrica de motores Cummins Seymour, em Indiana, o QSK-95 foi apresentado oficialmente no final de 2011 e sua produção está prevista para o início de2015. O investimento total para o desenvolvimento do motor e adequação da planta, de acordo com Waldemar Marchetti, diretor Global de Estratégia Offshore, foi de US$ 110 milhões.


 
Ainda de acordo com Marchetti, a produção e o lançamento do novo QSK-95 foram realizados após um longo trabalho de pesquisa com seus clientes, que atuam em diversos mercados e em vários países, para entender quais os produtos precisavam inserir no mercado. “Assim nasceu a necessidade de um motor desta proporção”, afirma o diretor.


 
E para tornar realidade o projeto da Cummins, um total de 150 engenheiros investiram mais de 100 mil horas trabalhadas para a concepção do novo QSK-95. O motor, 100% eletrônico, segue os padrões de qualidade e exigências da empresa e além de atender às mais rigorosas normas de emissões vigentes, IMO Tier II e EPA Tier 2, está preparada também para o IMO Tier III e IMO Tier IV, legislação que só entra em vigor em 2020. “O QSK-95 já nasce para atender às emissões do futuro”, diz Marchetti.


 
Para o mercado marítimo, o QSK-95 chega para atender às demandas de maior potência do mercado offshore, ou seja, empurradores de embarcações em rios, rebocadores portuários, todo tipo de embarcação de suporte a produção e extração de petróleo, geração de energiapara as plataformas FPSO (FloatingProduction Storage and Offloading), cuja função é extrair e/ou armazenar o petróleo.


 
Além do mercado marítimo, o QSK-95 de alta potência pode ser aplicado dos segmentos de óleo e gás, mineração, locomotivas, geradores, entre outros.

 


Entre as vantagens do novo produto da Cummins, destaque para o menor tamanho e peso quando comparado com outros motores de média rotação e um custo de investimento significativamente menor. “Ao nascer 100% eletrônico, o QSK-95 permite que todas as suascaracterísticas e funções sejam facilmente gerenciadas e, para as aplicações marítimas, o novo motor já sairá com o painel C-Command de série.


 
C-Command – O painel da Cummins foi projetado para auxiliar os operadores marítimos a controlar todos os parâmetros do motor, como gerenciar os custos operacionais, já que é capaz de monitorar todo seu funcionamento, como rotação, consumo de combustível, período de parada paramanutenção e temperatura de óleo e água. Além disso, o C-Command da Cummins permite o monitoramento da embarcação via satélite. “Trata-se de um produto altamente eficaz que auxilia o dia a dia do usuário e trabalha de forma preventiva”, afirma Marchetti.


 
Novo gerador de bordo - A Cummins Marine colocou no mercado mais um produto projetado exclusivamente para atender às exigências das aplicações marítimas. Trata-se de um novo gerador de bordo, modelo Cummins QSM 11-CP, disponível nas potências de 250 kWe e 300 kWe.


 
Desenvolvido, integrado e montado no Centro de Excelência da Cummins, nova instalação localizada em Cingapura, construída para atender especificamente aos produtos e/ou equipamentos do mercado offshore, o novo gerador de bordo chega para ampliar a linha de produtos de geração de energia auxiliar da Cummins.


 
De acordo Marchetti, o novo QSM11-CP permite preencher uma lacuna na faixa de potência de 250 a 300 kWe. Destinado a todo tipo de embarcação, que vai desde barcos cuja finalidade é o transporte de passageiros e de pesca, até navios petroleiros e plataformas flutuantes, o novo gerador QSM 11-CP atende às mais rigorosas normas de emissões vigentes, IMO Tier II e EPA Tier 2, e são classificados por todas as principais empresas certificadoras.


Com a função de fornecer energia para toda embarcação, como luzes, luzes de emergência, eletrodomésticos, sistemas eletrônicos, ar-condicionado, ou seja, todos os componentes que necessitam de energia na embarcação, o QSM 11-CP oferece durabilidade, funcionalidade e foi construído para proporcionar maior eficiência e melhor desempenho para a embarcação. O novo gerador de bordo vem completo, incluindo os painéis totalmente integrados e alarmes que atendem aos certificados.


Suporte - A Cummins, ao entender a necessidade de prestar suporte ao mercado offshore, investe tanto na parte de serviços quanto na disponibilidade de peças em seu inventário. “Sabemos do grau de responsabilidade que temos junto aos nossos clientes, já que uma embarcaçãoparada é sinônimo de menor faturamento”, afirma Marchetti.


 
Com o intuito de prestar o melhor atendimento e reduzir ao máximo o tempo das embarcações paradas, a Cummins intensifica a cada dia o preparo de sua Rede de Distribuição com treinamentos específicos, elevando o nível técnico de seus profissionais.


 
No território nacional, cobertura indiscutível por toda a costa brasileira, totalizando seis Distribuidores principais posicionados estrategicamente, com escritórios avançados capazes de atender e dar cobertura às frotas e embarcações de toda a costa brasileira e navegação interna, queinclui Norte, Nordeste, Sul e Sudoeste do Brasil, e os demais países da América do sul.


 
O Distribuidor Cummins, localizado no Rio de Janeiro (RJ), ao constatar a necessidade de atender à região de Macaé (RJ), devido ao constante incremento de embarcações equipadas com os motores e geradores Cummins, à elevada quantidade de embarcações e também de alta complexidade tecnológica, implantou um Ponto Avançado com engenheiros preparados e técnicos treinados e especializados para suportar as frotas que atendem ao mercado offshore da região. O atendimento cobre 24 horas por dia e 7 dias por semana.


 
Outra grande ação será realizada pela Cummins no início de setembro deste ano, sendo que o objetivo principal é a preparação dos profissionais para a tecnologia mais avançada que desembarca no País. Um treinamento com um painel simulador do C-Command será aplicado inicialmente para a Rede de Distribuidores Cummins, localizada estrategicamente pela costa brasileira. “Este painel permite capacitar os funcionários a operar todo o sistema, já que simula o gerenciamento total, incluindo eventuais falhas nos motores e geradores. O resultado é agilidade na manutenção e redução de tempo com a embarcação parada.”, afirma Marchetti.


 
Cummins Marine Business– A divisão da negócios da Cummins se concentra no fornecimento de motores Diesel marítimos, sejam mecânicos e/ou eletrônicos que atendem às mais rigorosas normas internacionais de emissões vigentes e com um excelente custo benefício.


 
A diversidade de aplicações para as embarcações é o grande diferencial da Cummins que traz a solução completa para as embarcações, com sua vasta gama de produtos: motores auxiliares de bordo, geradores de emergência e auxiliares, bem como motores de propulsão.


 
Para o mercado marítimo, a Cummins oferece motores de propulsão que vão desde 500 cavalos de potência com 6 cilindros até motores de 60 litros que geram 2.700 hp. Podem equipar desde embarcações offshore como até barcos de pesca, empurradores de rio, entre outros.

 


Já os motores auxiliares que equipam barcos petroleiros, transporte de cabotagem e contêineres estão disponíveis a partir de 75 kw de 6 cilindros até 1.900 kw de 60 litros. O grupo gerador da Cummins tem potência que varia de 80 kw até 1.825 kw e pode ser utilizado em todas as aplicações que se fizerem necessárias.


 
Preocupados com a demanda requerida de produtos que contenham itens fornecidos por empresas locais, aumentando, portanto, o conteúdo local de seus equipamentos, a Cummins está em fase final de desenvolvimento de geradores de grande para aplicações offshore.

 

Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar