acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Dutos

CTDUT inicia, em 2011, construção de oleoduto e terminal terrestre de testes

03/02/2011 | 10h43
CTDUT inicia, em 2011, construção de oleoduto e terminal terrestre de testes
CTDUT inicia, em 2011, construção de oleoduto e terminal terrestre ... CTDUT inicia, em 2011, construção de oleoduto e terminal terrestre ...
O Centro de Tecnologia em Dutos (CTDUT) inicia em 2011 a construção de um oleoduto e um terminal terrestre de testes em Duque de Caxias (RJ). O oleoduto terá 2,5Km de extensão e diâmetro nominal de 12 polegadas. O terminal contará com todos os equipamentos e sistemas operacionais necessários para operação real. A unidade poderá operar com diesel, petróleo e água e atenderá à pesquisa e desenvolvimento de novos equipamentos, ferramentas, sistemas de inspeção, proteção e treinamento de operadores de dutos e terminais, entre outros testes e simulações.

O duto deixará a área do Centro, acompanhará a faixa do ORBEL II (Oleoduto Rio-Belo Horizonte II) da Transpetro e retornará ao CTDUT formando um circuito fechado, apresentando, em seu percurso, quebras de coluna com variação de altura que possibilitarão simulações mais próximas à realidade.

“O projeto é fruto de um longo trabalho de levantamento das necessidades de pesquisa, testes e treinamento, junto a centros de pesquisa, universidades, operadoras, prestadores de serviços e fabricantes de equipamentos”, diz Raimar van den Bylaardt, Presidente do Conselho Executivo do CTDUT.  “Dutos em operação real apresentam sérios inconvenientes para atividades de treinamento ou teste de novos equipamentos. Já um duto de testes disponibiliza todos os equipamentos de operação e controle existentes em um duto de campo”, explica.

A construção do oleoduto – que estará conectado à Transpetro, por meio do terminal terrestre, para recebimento e devolução dos líquidos utilizados, tornando o projeto ainda mais sofisticado – demandará cerca de R$ 42 milhões em investimentos. O início das obras está previsto para abril e entra em operação em meados de 2012.

Outras instalações em fase de projeto no CTDUT são um gasoduto de testes de 16 polegadas de diâmetro (que contará com recursos da Petrobras e FINEP) e uma Unidade Piloto de Testes de Proteção Catódica voltada para pesquisa e avaliação de revestimentos anticorrosivos em dutos no país, fruto de parceria do Centro com a Petrobras.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar